icone dePreço da Wii U pode ter sido prejudicial para as vendas da consola

29 Comentários...

#1 neveda

25 de Março, 2015, 11:21

Foi um dos problemas, mas não sei se foi o principal.

E o mais grave é que parece-me que a Nintendo também não sabe. :/
#2 Bernkastel

25 de Março, 2015, 11:27

Principal não foi. Acho que esse foi não ter conseguido ter deixado bem claro para o público casual que a Wii e a Wii U eram consolas diferentes. Mais de uma vez cheguei a ver o belo do "isto corre na Wii? Não? Deixe estar então" em balcões de Fenaques.
#3 Bacx

25 de Março, 2015, 11:49

É o problema principal, mas trata-se da consequência da direcção da consola em ter um comando que custa mais de 120 euros para produzir.

Mesmo com todas as outras falhas que tem, um preço mais acessível posicionava a consola num mercado para os que têm menos possibilidade e também como aquisição fácil para quem precisa de uma segunda consola para jogar os exclusivos Nintendo.
#4 Ricky

25 de Março, 2015, 12:16

Acho que a Wii U sofre de três problemas principais e nenhum passa pelo preço da consola:
- Marketing, agarraram-se ao sucesso da Wii e ao público que pensavam que tinham conquistado, quando quem os conquistou foi o mercado dos jogos para telemóvel (onde usam uma plataforma que já têm, e gastam muito menos em hardware e software);
- Originalidade, a tendência da Nintendo em querer desmarcar-se da concorrência só vai continuar a afastá-los do mercado. Eu gosto imenso de jogar um FIFA de vez em quando, ou um jogo de ténis realista, e a Nintendo não me dá essa possibilidade - e quem diz isto, diz um Call of Duty, Destiny, GTA, Dragon Age ou outra coisa qualquer da moda. As software-houses não querem ter o trabalho extra de fazer jogso para uma consola que lhes vai render pouco e onde o jogo será mais caro que nas restantes consolas. Ainda tentaram (EA, Ubisoft, etc.) mas desistiram passado pouco tempo. Isto não aconteceu na GameCube, mas a partir do momento em que optaram por comandos alternativos. Quando a Nintendo diz que a próxima consola nos vai surpreender, eu já tou com medo de quem é que vai querer fazer jogos para lá.
- Preço, o que tem sido para mim o pior fator da Nintendo Wii U são os preços dos jogos (e o que me faz ter apenas 1 jogo para ela que tenha sido comprado por mim) - a Nintendo continua com uma postura muito Premium a que não se podem dar ao luxo. Porque há de alguém pagar 60€ por um Watch Dogs ou Deus EX, quando posso pagar 10€-20€ noutra consola ou no PC? Os jogos desvalorizam muito pouco e as promoções são muito raras, em comparação com a concorrência - um Mario Kart continua a estar a preço inteiro passados 4 anos. Tenho uma biblioteca de 20-25 jogos na Xbox comprados todos a menos de 20€, na Wii U isso não é possível e há muitos jogos a que eu (e talvez outros clientes) nos estamos a poupar. É natural que isto depois se reflita nos números.

Sou demasiado fanboy da Nintendo e custa-me apontar tantas falhas, mas a verdade é que tenho discordado de muitas posições (ou falta delas) e só ganhavam em mudar algumas perspetivas.
#5 Kensh

25 de Março, 2015, 12:46

O preço para mim até nem é um problema, 300 euros por uma consola next-gen Nintendo não me parece muito mau.

Agora o grande problema e que continua presente é sim a comunicação da Nintendo, ainda me lembro da apresentação da consola em que ninguém sabia se era um comando, uma tablet ou o raio que o parta. Ainda hoje é difícil explicar o que é a Wii U.
#6 silver_ryder

25 de Março, 2015, 13:15

A WiiU é uma consola que possui um comando com ecrã táctil, agora passar isso para as massas se é complicado?, pelos visto é...! lol
#7 neveda

25 de Março, 2015, 13:16

Quando metem um nome que se parece com um dos milhentos acessórios que sairam para a Wii, fica mais difícil.
#8 [NITRO]FOX

25 de Março, 2015, 14:02

Venha a nos uma New Wii U.
#9 King of the Potato People

25 de Março, 2015, 14:41

neveda
Quando metem um nome que se parece com um dos milhentos acessórios que sairam para a Wii, fica mais difícil.
Além disso o comando da Wii U não teve o mesmo impacto que o Wii Remote, a maior parte das pessoas não vê vantagem nenhuma em ter um tablet no lugar de um comando. Eu que tenho uma Wii U e a adoro, sinceramente também preferia ter pago menos pela consola e ter um comando mais confortável, leve e menos intrusivo.
#10 BraveBold

25 de Março, 2015, 14:56

Pode ser parte do problema mas nao me parece que seja dos maiores problemas
#11 moguino

25 de Março, 2015, 15:08

Ricky
- Preço, o que tem sido para mim o pior fator da Nintendo Wii U são os preços dos jogos (e o que me faz ter apenas 1 jogo para ela que tenha sido comprado por mim) - a Nintendo continua com uma postura muito Premium a que não se podem dar ao luxo. Porque há de alguém pagar 60€ por um Watch Dogs ou Deus EX, quando posso pagar 10€-20€ noutra consola ou no PC? Os jogos desvalorizam muito pouco e as promoções são muito raras, em comparação com a concorrência - um Mario Kart continua a estar a preço inteiro passados 4 anos. Tenho uma biblioteca de 20-25 jogos na Xbox comprados todos a menos de 20€, na Wii U isso não é possível e há muitos jogos a que eu (e talvez outros clientes) nos estamos a poupar. É natural que isto depois se reflita nos números.
Apesar dos jogos da Nintendo manterem o seu valor durante muito tempo em média são mais baratos que nas outras consolas e é pelo facto de demorarem muito a descer de preço que quase toda a gente compra os jogos first party da Nintendo quando são lançados e a Nintendo joga e dá-se bem com isso.

Quanto aos jogos 3rd party custam o mesmo que nas outras consolas mas em alguns casos como os referidos o preço é um erro comercial porque estamos a falar de jogos que já têm mais de um ano noutras consolas mas aí a culpa está nas diferentes datas de lançamento e nas 3rd parties.

Eu falo por mim, tenho cerca de 40 jogos físicos para a WiiU e mais de metade foram comprados abaixo dos 30€ e só dois jogos é que me custaram 60€ o resto foi entre estes dois valores e cada vez mais na WiiU se encontram jogos a preços baixos passados uns meses.
#12 silver_ryder

25 de Março, 2015, 15:17

Os jogos mais baratos estão na WiiU, isto no lançamento.

Eu como consumidor só produtos nintendo é que não tenho pudor em comprar em lançamento tudo o resto sei que comprarei em menos de um ano com descontos a rondar os 50%5, em alguns casos ao preço da uva mijona. (10€/12€)

No meu entender a culpa não é da Nintendo, mas sim das outras produtoras que mandam a mensagem errada aos consumidores, para alem do bombardeamento de DLC para garantir mais rendimento apesar do jogo estar a preço baixo e isto para alem da já "normais" lançamentos desse mesmo jogo em versão GOTY...! (na geração passada houve jogos que aguardei por essa versão que por sua vez tiveram rebaixa, ou seja 12€ pelo Skyrim, Fallout 3 & Vegas, etc)

O mercado está cada vez mais saturado, então no mercado mobile nem falo...! lol
#13 silva_carlos

25 de Março, 2015, 16:47

@Ricky Por essa e por outras é que comecei a comprar todos os meus jogos no estrangeiro. Até os 3rd parties que la fora rondam os 10eur, cá ainda os vejo a 50eur...

Já os 1st e 2nd parties pouco descem nos preços.

Para mim, o grande problema da Nintendo foi incorrectamente passar a ideia errada sobre o que era a Wiiu. Muita gente ainda hoje em dia pensa que é um acessório/nova versão da Wii.
E claro que o preço está demasionado inflacionado. A própria Sony vende as suas primeiras unidades com perda financeira até conseguir atingir massa critica suficiente em software e serviços para balançar as receitas.
#14 neveda

25 de Março, 2015, 17:00

A Nintendo também vendeu a Wii U com ela a dar prejuízo.
#15 Nakah

25 de Março, 2015, 18:23

Não esquecer que a Sony para vender as consolas a prejuizo teve de inflaccionar os preços dos cartões de memória da Vita e obrigar-te a aderir ao PS+ para jogares online ao mesmo tempo que baixou a qualidade de oferta no serviço.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.