icone de[E3 2015] Uma desilusão chamada Nintendo

ARTIGO


[E3 2015] Uma desilusão chamada Nintendo

Por Nuno Nêveda a


GERAL
21

21 Comentários...

#1 VT

17 de Junho, 2015, 16:49

É isso mesmo a nintendo segue ao seu próprio ritmo. Não quer olhar para o que de bom os outros fazem, depois arrisca a fazer directs onde a própria admite que é fechada (skylander com amiibos) aquilo foi o quê? Um recado para as outras empresas??

A verdade é que só caí na cantiga uma vez com a 3Ds, adqueri a wii u por um valor mais baixo e ainda tenho muitos jogos para jogar mas esperava mais de uma empresa que sempre soube sustentar as suas consolas.

Eu acho que a próxima consola não vai ser nada de especial... Vai andar a competir num mercado onde as outras duas já estão a uma grande distância, com uma userbase instalada e nova. Não vai gastar dinheiro tão cedo numa nova consola.

Realmente não dá para perceber os anuncios feitos a uns dias da E3, para depois voltar a repetir os anúncios.
#2 Nosferato

17 de Junho, 2015, 17:49

A Nintendo acabou por fazer o seu caminho. A Wii U está a dar os últimos cartuchos, e muito provavelmente o último jogo de peso da consola será Zelda, que já por mais do que uma vez, já foi confirmado que será lançado na Wii U.
Tive pena da falta de originalidade e da forma absurda como encheram chouriços como miúdos. Já vi Nintendo Directs bem mais entusiasmantes do que esta apresentação de em que nem mesmo a 3DS se safou. O Zelda é uma anedota, o Paper Mario é mais do mesmo e o Metroid é simplesmente horrível.
Vale ainda a pena falar da insistência de reforçar os anos do Mario. Pobre Mario, nem esse terá uma dedicatória de peso. Mario Maker foi quase introduzido de forma bruta pela Direct inteira.
Se o caminho agora é híbrido tudo bem, mas não transformem a Nintendo que eu vi crescer, numa lastimável Sega.
Felizmente, ainda podemos ter mais novidades graças às várias directs que certamente farão, mas esta edição E3 foi negra.
#3 Sergio Dias

17 de Junho, 2015, 18:12

"Com tão pouco conteúdo bombástico não se percebe o que realmente quer a Nintendo. Será uma desvalorização da importância da E3 em prol de apresentações Nintendo Direct ao longo do ano? Isso terá cabimento num evento com tão forte carga mediática e num ano em que a concorrência ressuscitou jogos como Final Fantasy VII e Shenmue 3?"

É o que tenho dito, a partir do momento em que a nintendo deixa as conferencias demonstra que esta a desvalorizar a e3, mas o que fez este ano foi um exagero. No entanto defendo este formato de um evento digital, e tudo depende do conteudo, como foi o ano passado que resultou muito bem.

Por outro lado se calhar a e3 deveria ser usada para anuncios de curto prazo, o espaço da nintendo esta cheio de gente e jogar os jogos que saem este ano e os outros vêm traileres.

O treehouse continua a mostrar que é uma excelente aposta, onde mostram os jogos (que sao mostrados em traileres no digital event) e anunciam coisas novas tambem.

No fundo a e3 para a nintendo, e a contar com o world championship, dura 4 dias e nao duas horas de uma conferencia, logo prefiro assim que uma conferencia nintendo.

Quanto ao resto foi um desastre enorme e nao deito ja a toalha ao chao porque ainda têm uns meses para puderem mostrar alguma coisa.
#4 neveda

17 de Junho, 2015, 18:24

Mas as outras empresas também já tem algo do género do Nintendo TreeHouse. Há o Xbox Daily e o Playstation Experience. Ou seja, a E3 não se esgota nas conferências.

Sergio Dias
"
Quanto ao resto foi um desastre enorme e nao deito ja a toalha ao chao porque ainda têm uns meses para puderem mostrar alguma coisa.
Com declarações recentes do produtor de Metroid Prime vê-se que o futuro agora é NX.
#5 silva_carlos

17 de Junho, 2015, 18:25

Eu não tinha grandes expectativas para esta E3,por parte da Nintendo, mas no fundo acreditava que era sua obrigação lançar no mínimo uma "bomba" (principalmente depois das conferências da Sony e MS). A ver o Evento da Nintendo, o que mais me irritou foi notar uma apatia completa por parte dos seus intervenientes, assim como dos jogos apresentados. Como alguem já disse, a WiiU continua com o mesmo catálogo e jogos previstos de sempre, por isso nada mudou nesse aspecto. O que mudou, sendo isso o mais problemático, foi a postura da companhia perante a consola. Isso a Nintendo precisa de reparar rápido para não perder os poucos clientes que têm ou os que pretendiam ainda comprar uma WiiU.

Em toda a sinceridade, depois desta E3 o que fiquei mais convencido é que tenho de comprar uma PS4. Isso quer dizer muita coisa...
#6 Sergio Dias

17 de Junho, 2015, 18:28

neveda
Mas as outras empresas também já tem algo dei género do Nintendo TreeHouse. Há o Xbox Daily e o Playstation Experience. Ou seja, a E3 não se esgota nas conferências.



Com declarações recentes do produtor de Metroid Prime vê-se que o futuro agora é NX.
Têm depois de a nintendo o ter feito, num todo a nintendo esta muito mais presente na e3 que as outras, sófaltou mesmo conteudo.
#7 neveda

17 de Junho, 2015, 18:34

Isso é algo questionável. A presença da Microsoft e sobretudo Sony não é nada pequena. Para além dos espaços próprios ainda têm os espaços third party. A Nintendo só meteu o NWC2015 que é diferente do resto.
#8 Bacx

17 de Junho, 2015, 18:43

Realmente foi uma apresentação muito fraca em termos de conteúdo e anúncios. Eu já há algum tempo que tinha as expectativas muito baixas, todos os sinais indicavam que a NX sairá no fim de 2016 e que substituirá tanto a Wii U com a 3DS (e não será híbrida), o que implica que grande parte das equipa da Nintendo estarão a trabalhar em força nela. Mesmo assim conseguiram surpreender-me pela negativa.

O maior erro não se trata de diminuir esforços nas duas plataformas ou de lhes dar ciclos de vida menores, porque convenhamos, o mercado assim o decidiu. A questão é que não deram um único grande jogo para 2016 para que as pessoas pudessem dizer: "Ok, a consola não vai durar muito mais mas ainda temos alguma coisa." Isto deixa qualquer consumidor que comprou a Wii U às moscas e certamente deixa-os de pé atrás quanto à nova plataforma. A transição de uma plataforma antiga para uma nova é um período crítico, a própria Nintendo já o admitiu e no entanto, continuam a falhar nessa altura, o que gera automaticamente uma má imagem que vai afectar o destino da nova plataforma. Eles nem precisam de olhar para a Sony que gere esse período de forma soberba, basta verem o que fizeram na DS para a 3DS.

Outro problema foram os spin-offs apresentados, cuja ambição é muito baixa e que é uma chapada na cara dos que queriam uma entrega de um título principal da série. O Animal Crossing Party não tem cabimento algum, acho que a recepção teria sido muito melhor se o Happy Home Designer fosse para a Wii U, pois é um spin-off interessante, bem mais ambicioso e que encaixava perfeitamente na consola. O Mario Tennis pouco apresenta de novo e já há jogos de ténis na consola, porque não um novo Mario Strikers que teve um grande sucesso na Wii?

Olhando para 2015, o catálogo para o fim do ano não é assim tão mau. Temos Mario Maker em Setembro, Starfox provavelmente em Novembro e Xenoblade em Dezembro, para além de jogos de menor importância com o Animal Crossing Party e o Mario Tennis. Falta talvez um grande título, que seria o Zelda. Mas 2016 apresenta-se completamente despido e provavelmente a NX só sairá no fim do ano e com o Zelda, o que significa um ano sem nada, algo que mesmo na situação da Wii U não pode acontecer!

Creio que a Nintendo saberia perfeitamente que teria pouco para apresentar e que a recepção seria fraca, um risco calculado para arrasar em 2016 com a NX com um catálogo brutal. Mas mesmo dentro desta estratégia perfeitamente aceitável, foram cometidos os erros de que mencionei acima. Agora resta lhes rezar que tenham uma E3 2016 fantástica, que a NX seja apelativa e que isso chegue para ganhar a boa vontade dos que estão desiludidos depois do dia de hoje.
#9 toriv1306

17 de Junho, 2015, 19:03

http://e3.nintendo.com/offers/

Sabem se mais tarde também teremos promoções nos mesmos títulos?

Neste momento aparece a referência na nossa eshop mas só estão em promoção alguns jogos relacionados com os anúncios de ontem.
#10 neveda

17 de Junho, 2015, 19:05

Isso das promoções é outra parvoíce. Não recebemos nenhuma press release ao contrário da promo para os jogos indie.
#11 MickX

17 de Junho, 2015, 19:27

Tive a pensar e isto faz-me lembrar um bocado a Wii, onde +/- no último ano deixei de ver jogos novos first party da Nintendo. Este deve ser uma época semelhante, a diferença sendo que a Wii U não teve nem perto da Wii. A falta de apoio de 3rd parties já ditava o tal fim muito antes disto para ser sincero.

Estava a espera de não ver a consola durar muito tempo e francamente é me indiferente porque a intenção original é adquirir o Xenoblade X e fiquei com uns quantos outros jogos de boa qualidade pelo caminho. Já não me vejo surpreendido com a quebra de momentum na Wii U, quero agora ver em 2016 o que é que eles vão revelar para a NX.
#12 toriv1306

17 de Junho, 2015, 19:56

neveda
Isso das promoções é outra parvoíce. Não recebemos nenhuma press release ao contrário da promo para os jogos indie.
O 3D Land a 20 dólares valia a pena. Aí deles se na próxima consola não permitem comprar noutros países.
#13 Rony G

17 de Junho, 2015, 20:50

Bem... já vi o direct (mais ou menos lol). hoje acordei uma hora mais cedo porque tive que ir para o trabalho mais cedo, cheguei a casa... já sabendo do que me iam havendo avisado mas sem ter lido as notícias referentes aos anúncios.

Comecei o Direct e... adormeci perto do fim. (true story) ya, estava cansado, é verdade... mas NUNCA tinha eu adormecido a ver uma conferência da E3 por pior que fosse e já fiquei até às 4h da manhã e mais noutros anos a vê-las! Acho que isso diz muito acerca deste direct.

enfim.

Quanto às promos que estavam a falar, nós devemos de tê-las já que eu na 3DS recebi uma mensagem com ela. não tive foi sequer coragem de ir ver o que estava em promo. a sério... :(

O pior é que no meu caso, eu olho para as consolas da concorrência e não encontro nada que, PARA MIM, justifique o investimento... no entanto a verdade é que na Wii U já percebi que não vou ter muito mais onde pegar. :( escapa-se o devil third que há-de surgir por aí.
#14 Catapirra

17 de Junho, 2015, 21:33

na minha sincera opiniao, se se trata de uma estrategia a curto/medio prazo para que anunciem a nova consola, percebe se o motivo de nada terem mostrado, e veio se a confirmar que a wiiu ja deu o que tinha a dar. o proprio reggie mencionou que nada iriam mostrar sobre a NX (mas por que raio falou na nova consola?) ja as novas declaraçoes do director de Metroid Prime so vieram reiterar que a nova consola esta mais perto do que se podia prever. a verdadeira metafora é mesmo com os quase 10M de consumidores, como eubque detêm uma Wii-u e que em 2016 vamos ficar a chuchar no dedo (ironia à parte o Xenoblade da para ser jogado durante alguns meses)
No outro lado da moeda esta falta de respeito pelos fans e nao so, veio clarificar que as duvidas ao manter me com a Nintendo na proxima consola são demasiadas. houve uma quebra de confiança com a empresa e isdo meus amigos nao se adquire de um ano para o outro. a Nintendo nao é mais a empresa que todos conhecemos e alguns, como o meu caso, cresceram com ela. Transformaçao dizem eles...
Evoluçao pedimos nos e esta palavra pode significar para melhor ou pior.
Nx com Zelda como Bundle (e tem de ser uma maquina potente, ) e apoio a serio third party e um Online digno da epoca em que estamos e ai ja pondero. ate la...nao sei se me mudo para o outro lado da força.
Senti me mesmo desiludido e desrespeitado..
#15 BraveBold

18 de Junho, 2015, 10:46

Das duas, 3
1º Ou a Nintendo já não da importância quase nenhuma a E3 (o que é algo estranho visto ser das maiores montras desta industria)
2º Ou a Nintendo ja virou as agulhas todas para a Nintendo NX
3º Ou a Nintendo esta um pouco perdida na sua estratégia
Sinceramente penso que a resposta mais correcta é um pouco (muito) das 3
No entanto, existe uma reacção também exagerada dos fans (Obviamente que a Nintendo foi a ignição desse exagero)
O ciclo da Wii U sera muito semelhante ao de outras consolas Nintendo, fico com a sensção é que teve menos jogos 1st party Mas, tal como o neveda também ja disse, fazer jogos na altura da N64 era bem mais simples e rápido do que fazer jogos HD hoje em dia
Depois existe a questão do "apoio" dado a consola E eu pergunto "E que outra produtora de consolas durante a sua vida não abandonou por completo uma das suas consolas?" Algumas em "pior" estado que a Wii U Só me lembro da MS
Agora é tempo de esperar e pensar Ver o que a Nintendo pretende fazer com a NX e se é algo cativante ou não
Sejamos sinceros, a Wii U ja nasceu doente Se a NX nascer de igual forma, possivelmente volto a marca Sony que parece estar a voltar a boa forma

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.