icone dePokémon - Uma retrospectiva a olhar para o futuro

CRÓNICA


Pokémon - Uma retrospectiva a olhar para o futuro

Por Ruben Abreu a


GERAL
9

9 Comentários...

#1 Sergio Dias

3 de Abril, 2016, 15:57

Bom resumo. O ponto 2 para mim nao precisava desaparecer por completo, bastava apenas fazer com que os hms nao sejam ataques, passavam a ser apenas habilidades sem ocupar slots nos ataques. Mais modos de dificuldade e logo desde o inicio do jogo ja devia ser obrigatoria a muito tempo.
Mais do que um slot de gravaçao é que nao concordo, o que os jogadores querem guardar sao os pokemons e itens e para isso ja existe o pokemon bank.
#2 niko_pt

3 de Abril, 2016, 16:12

Excelente retrospectiva!

Eu sou a favor de mais um slot de gravação, pelo menos, e mais modos de dificuldade também seriam bem vindos, o último que joguei foi o ruby 3ds, e gostava que fosse mais difícil vencer os combates.
#3 Sergio Dias

3 de Abril, 2016, 16:30

mais slots corresponde a menos vendas, esqueçam lol

e eu nao sinto falta nenhuma ainda por cima com o pokemon bank. alis, se fizessem mais slots de gravaçao tornava o pokemon bank inutil e desnecessario.
#4 Darthlord90

3 de Abril, 2016, 18:14

Eu não acho que o poke bank substitua e seja suficiente. Depende dos jogadores. Por exemplo no oras já tenho uma streak de não sei quanto na battle maison e bases secretas xpto. Se quiser começar um jogo novo vai tudo ao ar.

E o bank não guarda os itens (não percebo porquê...) só mesmo os bichos.
#5 Sergio Dias

3 de Abril, 2016, 18:27

Nao tinha a certeza isso dos itens, mas isso deveria ser corrigido. Mas a haver um segundo slot o bank torna-se uma inutilidade, basicamente o segundo slot ia ser o pokebank, e melhor porque guardava os itens.
#6 joliveira

3 de Abril, 2016, 20:21

Excelente análise @Darthlord90

Quanto aos pontos:
1- A Gamefreak já disse que o main serie será sempre portátil (até pelo nome da série), por isso será para esquecer um cross-save com a NX. Podiam era fazer um RPG digno desse nome de propósito para a consola doméstica e aí é que parece que as coisas andas esquecidas.

2-Eles falaram de qualquer coisa do GO com os novos jogos. Por isso devem ir por essa caminho e fazer interação com os sistemas móveis.

3-Já deviam tirar isso há muito. É do caraças ter sempre dois slots ocupados na party só para ter fly e surf (e outros quando obrigatório).

4-Outra coisa que já deviam ter colocado há muito mas que seja diferente do Black/White 2, que é preciso que seja de início e não quase no fim como os jogos supra referidos.

5- Como o @Sergio Dias já referiu, eles iam perder de vender muitos jogos há custa disso, para além de perderem utilizadores do bank. Para mim era fantástico mas eles não vão mudar.

--------------------------
Quanto aos itens não darem no bank tinha a ver com itens que existiam na 5ª gen e não na 6ª gen. Pode ser que acabem essa limitação na 7ª gen, já que será preciso o poke bank para passar os pokemons para lá.

À custa desta limitação fiquei sem 3 masterballs no Black 2 que nunca tinha usado. :medo:
#7 Darthlord90

3 de Abril, 2016, 20:53

joliveira
Excelente análise @Darthlord90

Podiam era fazer um RPG digno desse nome de propósito para a consola doméstica e aí é que parece que as coisas andas esquecidas.
Pois é. O último mais ou menos foi o XD na Gamecube e mesmo esse não era nada de especial e nem foi feito pela Gamefreak.
#8 indospot

3 de Abril, 2016, 22:18

Ai essas contas. Com os 135 novos Pokémon da Geração III, passaram a ser 386, não 389. Com os 156 Pokémon da Geração V passaram a ser 649, não 593.
#9 Darthlord90

3 de Abril, 2016, 22:36

indospot
Ai essas contas. Com os 135 novos Pokémon da Geração III, passaram a ser 386, não 389. Com os 156 Pokémon da Geração V passaram a ser 649, não 593.
Corrigido, obrigado. Não sei o que se passou lol.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.