icone deReunião de accionistas

CRÓNICA


Reunião de accionistas

Por António Branquinho a


GERAL
7

7 Comentários...

#1 joliveira

1 de Maio, 2016, 13:45

Eu até fiquei agradado com o Zelda ser jogo de lançamento da NX, acho que era uma decisão que a Nintendo tinha mesmo que tomar. Por isso o adiamento acaba por ser algo natural.

O que acho errado é da data de lançamento da mesma, a WiiU está a vender da forma que se sabe e só tem tendência a piorar... A NX vai falhar a melhor data de vendas por três meses, vai deixar as concorrentes lançarem novas versões (e quiçá mais baratas), e pior - porque este lapso temporal pode ter como justificação ainda não terem fechado a produção da consola - nem sequer vão dedicar uma apresentação na E3. Ainda para mais não vão ter nada de jeito para apresentar lá, só mesmo a versão "inferior" do Zelda (esperemos que seja a versão pior) e talvez pokemon (que mesmo assim já deve ter diversas coisas reveladas, por isso não devem mostrar muito mais).

Quanto ao jogos para telemóvel (e nomeadamente o Fire Emblem) penso que será o sector em que a Nintendo vai apostar fortemente nos próximos anos, com muita pena minha, mas já fui uma discussão que já tivemos aqui muitas vezes.

A NX vai definir claramente o futuro da Nintendo nos próximos anos, ainda para mais se for mesmo híbrida (o que já acreditei mais). Seja como for a aposta no mobile deverá ser para aumentar, até porque mesmo no mercado tecnológico já se levantam cada vez mais vozes a argumentar que as empresas de hardware vão ter grandes problemas e o futuro vai ser dominada pelas companhias de software.
#2 Nosferato

1 de Maio, 2016, 14:38

Consigo sentir a mágoa do Branquinho. Não foi uma semana particularmente fácil para qualquer seguidor do mundo Nintendo.
A Nintendo fez literalmente reset à sua estratégia de mercado. Decidiu arriscar tombar a Wii U mais cedo, e dar mais praticamente 7 meses de vida à 3DS. Foi a decisão da Nintendo, decidiu começar do zero, ignorado quem acreditou nas suas palavras.
Adiar o Zelda mais uma vez, não foi só mais uma simples decisão, na minha opinião. Foi muito mais do que isso, a partir do momento em que já tinha sido adiado duas vezes antes, de certeza que não tomaram essa decisão de ânimo leve, e quase de certeza que não houve consenso de quem trabalhou no seu desenvolvimento. Acredito que a Nintendo esteja a tratar deste Zelda U/NX como o grande impulso para a sua nova consola, assim como o restante arsenal de jogos que está a ser preparado para invadir as prateleiras de jogos. Mas o Zelda tinha mesmo de ser a bandeira da NX, ao desiludir os proprietários da Wii U? Eu creio que não. Mas o futuro pode-me vir a garantir que estava errado. A ver vamos.
#3 niko_pt

1 de Maio, 2016, 14:51

Eu a ler a noticia lembrava-me de uma pessoa que está a vender a sua wii u porque até Março de 2017 não tem o que lhe fazer... Atrazar o lançamento do Zelda acho que foi o pior de tudo.
#4 BraveBold

1 de Maio, 2016, 21:28

A Nintendo quer repetir a formula do TP
E se por um lado já há alguém a vender a sua Wii U, por outro lado é previsível que essa pessoa compre a Nx
#5 Nosferatus

1 de Maio, 2016, 22:06

Revejo-me muito neste artigo de opinião.
Os lançamentos escassos não me afetam muito, tendo em conta os muitos jogos por começar e outros tantos de anos anteriores que não comprei ainda. Mas pra quem se dedica mais, é quase nada.

Como consumidor, sinto-me "traido" por ver a Nintendo matar a Wii U. Sei que esta decisão tem o cunho do novo presidente. O Sr Iwata reiterou sempre o apoio aos consumidores que investiram na consola. Ele sempre reconheceu valor e importância numa base que apesar de pequena é fiel até ao tutano do osso.

Espero que esta decisão venha a compensar os riscos que estão a correr. Se a Nx falhar, não so perdem o relevo, como perdem a base de seguidores.

No que toca ao Zelda, não concordo com o adiamento por causa da versão nx. Preferia que fosse exclusivo, pois a Wii U merecia isto. Mas como decidiram abandona-la, faz sentido fazer o duplo lançamento, embora ache estupido perder a oportunidade de mais uma attach rate collosal na Wii U. Lançar uns meses mais tarde na Nx com algum conteudo extra e maior performance quiçá, venderia bem na mesma.
#6 klaud_litah

1 de Maio, 2016, 23:38

Depois as más notícias continuam para os jogadores em geral e para os jogadores portugueses em particular. Parece que o miitomo, sabem… aquela app que ainda não chegou a Portugal, está a ser um sucesso e como tal, a Nintendo vai já criar jogos para telemóveis da série Fire Emblem e Animal Crossing. Calma, eu disse jogos? Não… eu deveria ter dito versões estupidificadas de jogos, aí sim…
Isto é triste, ando eu a usar o miitomo sem poder fazer log in e sem amigos porque não há o nosso Pais :(
#7 moguino

2 de Maio, 2016, 00:41

Concordo com a parte do Zelda e é isso que mais uma vez me faz pensar que a Nintendo não consegue ler os seus clientes.
Actualmente a grande maioria dos jogadores têm jogos dos quais possuem várias versões seja na mesma ou em várias plataformas e os jogadores Nintendo são dos maiores colecionistas, basta ver a febre dos amiibos e a enorme quantidade deles que nem saíram das caixas e nem isso bastou para a Nintendo lançar o jogo mais cedo de modo a justificar a sua aquisição duas vezes.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.