icone deMass Effect Andromeda longe da Nintendo Switch

NOTÍCIA


Mass Effect Andromeda longe da Nintendo Switch

Por Nuno Nêveda a


SWITCH
29

29 Comentários...

#1 silva_carlos

3 de Janeiro, 2017, 11:08

Bem, parece que não há Mass effect para ninguem na Switch... começa bem, lol.
#2 silver_ryder

3 de Janeiro, 2017, 11:39

Isso já circula algum tempo, agora vieram dizer que não sai, mas se "pedirem muito" poderão eventualmente abrir uma excepção, que nunca fecham a porta à hipótese de ser lançado, ou seja conversa da treta...!

"Neste momento não. Não temos planos para tal. Se a Switch for lançada e toda a gente estiver a pedir por Mass Effect, quem sabe. Não queremos fechar as portas."
#3 neveda

3 de Janeiro, 2017, 11:43

Começa bem? Mas alguém estava à espera desse jogo na Switch?
#4 Hrs10

3 de Janeiro, 2017, 11:47

De certa forma sim.

Há a expectativa que a Switch esteja "a par" com as outras ao nível de lançamentos.
#5 silva_carlos

3 de Janeiro, 2017, 11:53

Se a consola não tiver a expectativa de correr os jogos da concorrência, então não vai ter o apoio 3rd party que se espera e os consumidores vão mais ver esta plataforma como algo de 2a linha ao invés de uma alternativ viável ao que já tem. Para isto mais valia fazer uma portatil dedicada com um simples output hdmi. E não creio que é isso que a nintendo objectiva.
#6 neveda

3 de Janeiro, 2017, 11:56

Os rumores recentes apontam para que seja uma plataforma bem longe da PS4 e inferior à Xbox One. Jogos desta geração que exigem muitos recursos serão ou muito capados ou descartados da Switch.

Por outro lado, este jogo nem significa isso. É sobretudo pelo facto de Mass Effect 3 ter colapsado na Wii U e a EA estar ainda de pé atrás com a Nintendo.
#7 silva_carlos

3 de Janeiro, 2017, 12:02

Tambem acredito que a EA ande de pé atrás com a Nintendo e não só por causa do ME3. Os outros jogos que ela lançou também não foram grande sucesso de vendas.

Pessoalmente não me importo de ver versões 'simplificadas" dos jogos mais pesados das outras plataformas. É preciso é criar diversidade na plataforma para atrair novos consumidores. Bem, entre muitas outras coisas...
#8 neveda

3 de Janeiro, 2017, 12:03

Mas diversidade é que algo que não faltará à Switch, até porque vai ter muita coisa da 3DS e alguma que vinda da Vita, agora AAA ocidentais de caseiras? Tenho muitas dúvidas.
#9 BraveBold

3 de Janeiro, 2017, 13:14

Só se for da Ubi
#10 Saikyou

3 de Janeiro, 2017, 13:37

O sucesso inicial da consola vai ditar se teremos ports AAA Ocidentais. Depois do flop da Wii U, parece me normal que a EA e outras estejam de pé atrás ao inicio.
#11 Hrs10

3 de Janeiro, 2017, 14:17

E sem AAA não haverá sucesso inicial.

Consegues ver o problema?
#12 neveda

3 de Janeiro, 2017, 14:38

Se for vista como sucessora da 3DS onde é que a falta de AAA será problema? Deixem de ser unidemensionais nas analises.
#13 silva_carlos

3 de Janeiro, 2017, 14:46

Não creio que a Nintendo veja a consola como uma sucessora da 3DS... É uma consola hibrida, que objectiva o mercado caseiro e movel, logo sim, é um problema se a vertente caseira falhar. Mais importante que ser unidimensional numa análise é compreender a plenitude do conceito.

É bem provavel que a consola mude a sua filosofia e passe a algo do tipo "portátil com capacidades de conectividade a uma TV", mas de momento não é isso que se pretende.
#14 neveda

3 de Janeiro, 2017, 14:48

O problema é que para já não conhecemos a plenitude de conceito e a abordagem de marketing que a Nintendo terá. E sendo uma hibrida ha um território novo para desbravar.
#15 neveda

3 de Janeiro, 2017, 14:52

Por outro assume-se que o AAA esta de plena saúde, o que não é manifestamente o caso. Grande dos AAA desta geração estão com vendas abaixo do esperado. Ha caminhos difíceis para todos.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.