icone deThe Legend of Zelda: Breath of the Wild

ANÁLISE


The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Por a


WII U
Nota
10
Obra Prima

18 Comentários...

#1 BraveBold

16 de Março, 2017, 15:01

Gostei bastante de ler esta review
Parabéns

Um dos pontos fortes do jogo é que ao fim de mais de 65 horas de jogo ainda dou por mim a descobrir novas coisas que posso fazer usando as mecânicas e as físicas do jogo e muita vez usando um raciocínio de "mundo real" em vez do raciocínio que muitas vezes temos em termos de "mundo virtual"
E mais, este "descobrimento" que é quase sempre continuo ao longo do jogo, é muitas das vezes em acções que já poderias realizar desde a 1 horas de jogo
Isto aumento consideravelmente a sensação de liberdade e de interacção com o ambiente
#2 silva_carlos

16 de Março, 2017, 15:59

Boa análise, mas eu tenho outro defeito gráfico a apontar que é o filtro usado. Aquele esborratar da imagem é uma treta. Wind Waker com os seus desenhos bem definidos era muito mais belo nesse aspecto em partícular.

Mas isso também é uma preferência minha.

Ja agora @Nosferato, aconteceu-te tambem o jogo bloquear tipo 3/4 segundos em certas lutas (comigo acontece principalmente com aqueles inimigos de nariz comprido), quando fazemos um headshot?
#3 silver_ryder

16 de Março, 2017, 16:07

3 ou 4 segundos de "bloqueio" é muita fruta, não será a "skill" aka o "slow motion attack" do Link?
#4 Nosferato

16 de Março, 2017, 16:44

silva_carlos
Boa análise, mas eu tenho outro defeito gráfico a apontar que é o filtro usado. Aquele esborratar da imagem é uma treta. Wind Waker com os seus desenhos bem definidos era muito mais belo nesse aspecto em partícular.

Mas isso também é uma preferência minha.

Ja agora @Nosferato, aconteceu-te tambem o jogo bloquear tipo 3/4 segundos em certas lutas (comigo acontece principalmente com aqueles inimigos de nariz comprido), quando fazemos um headshot?
Bloqueio de 3 segundos só mesmo no castelo do mauzão. Fiquei pasmado a olhar para o ecrã e fiquei admirado de como uma falha destas passou pelo processo de teste!
Quanto ao resto, a fluidez baixava significativamente em vilas e em batalhas com chuva. Claro que não é bonito de se ver, principalmente num jogo deste calibre, mas honestamente ao fim das três dezenas de horas já nem sentia diferença.
#5 silva_carlos

16 de Março, 2017, 17:47

silver_ryder
3 ou 4 segundos de "bloqueio" é muita fruta, não será a "skill" aka o "slow motion attack" do Link?
Não, é mesmo bloqueio. Estou agora na zona dos garudos e por causa de toda a areia a voar pelo ar, acontece-me muita vez.


@Nosferato É estranho que a mim é bem frequente e não só na zona do castelo.
#6 VT

16 de Março, 2017, 18:45

Se a outra analise me fez comprar o jogo bem mais cedo do que tinha previsto esta também não ia ficar atrás, boa analise.
Eu devo ter umas 40 horas de jogo e ainda me faz confusão o jogo perder a fluidez, é que não são poucas as vezes que acontece.
É o melhor zelda que joguei, e é bem capaz de entrar para o meu top 10 quando acabar o jogo.
#7 Nosferatus

16 de Março, 2017, 21:37

Não comprei ainda!! Mas tenciono faze-lo, assim que possível, claro está para a minha WiiU
#8 [NITRO]FOX

16 de Março, 2017, 22:28

O que diz a Nintendo sobre essas pausas (bloqueios)? tenho visto mais pessoal a queixar-se em outros forums... talvez seja uma questão de um patch mas já lá vai praticamente duas semanas pós lançamento...
#9 BraveBold

17 de Março, 2017, 02:29

Estou no deserto de Gerudo
Pensava que ia ser a zona mais "monotona" mas pelo contrario
Esta a ser das áreas mais bonitas e que mais me estão a surpreender
#10 BraveBold

17 de Março, 2017, 02:39

BTW
Reparei que num quarto em Gerudo ha um boneco "homem" de tamanho "real"... Um boneco "homem" numa cidade de mulheres?!?!!
Já estou a imaginar a cena toda :p
#11 Raviokarp

17 de Março, 2017, 03:02

Na minha opinião é a melhor área. A pior é a dos Rito.
#12 Catapirra

19 de Março, 2017, 16:57

Gostei de ler a análise.
Parabéns
Fica a sensação de desilusão no sentido de a Wii u ao receber uma obra prima destas no final de vida.

Ainda não joguei sequer um segundo deste Zelda mas hei de o fazer.
Dos vários artigos que li todos falam da liberdade de movimentos e de raciocínio que o motor do jogo te permite devido as mecânicas e respeito das leis da física.

O principal diferenciador dos restantes open world.
#13 BraveBold

19 de Março, 2017, 17:05

Catapirra
Gostei de ler a análise.
Parabéns
Fica a sensação de desilusão no sentido de a Wii u ao receber uma obra prima destas no final de vida.

Ainda não joguei sequer um segundo deste Zelda mas hei de o fazer.
Dos vários artigos que li todos falam da liberdade de movimentos e de raciocínio que o motor do jogo te permite devido as mecânicas e respeito das leis da física.

O principal diferenciador dos restantes open world.
Compra Switch Camafeuuu
Melhor jogo dos ultimos 10 anos
E o melhor é que uma sequela tem bastante espaço para melhorar ainda mais a cena
#14 silva_carlos

19 de Março, 2017, 21:58

Esquece lá a sequela, quando uma prequela tem um potencial enorme de ser um sucesso.

Adorava passar a aventura de link, quando ele perde com o calamity ganon, 100 anos antes. Um zelda con uma forte componente de história, seria excelente. Até já tinha um nome: Zelda, The Lost Hero!
#15 BraveBold

19 de Março, 2017, 22:35

silva_carlos
Esquece lá a sequela, quando uma prequela tem um potencial enorme de ser um sucesso.

Adorava passar a aventura de link, quando ele perde com o calamity ganon, 100 anos antes. Um zelda con uma forte componente de história, seria excelente. Até já tinha um nome: Zelda, The Lost Hero!
Ja tinha pensado nisso também
Adorava jogar 100 anos antes. Ate pensei...olha se o DLC fosse isso....

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.