1. Juntem-se ao servidor de Discord do FNintendo. Juntem-se aqui.

FNintendo Jogar videojogos em adulto

Discussão em 'Mundo dos Jogos' iniciada por jabun, 15 de Abril de 2018 às 22:35.

  1. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.091
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Vi este video do Rob, com o qual me identifiquei totalmente. Não encontrando nenhum tópico com um tema semelhante, abro este para podermos debater a diferença entre este meio quando éramos miúdos e agora.

    7 Ways Videogames Are Totally Different Now You're An Adult
     
    BraveBold likes this.
  2. BraveBold Spring Mushroom
    aa

    BraveBold
    Mensagens:
    7.776
    NN ID:
    XenoManso
    Switch FC:
    0916-2960-3113
    O tempo...é menor

    E acho que somos mais exigentes com as plots
     
  3. Faamarques Golden Coin
    aa

    Faamarques
    Mensagens:
    106
    Ainda só tenho 20, sinto-me uma criança lloooll não posso opinar sobre o video -.-'
     
  4. G.E.R.M.A.N. Mega Mushroom
    aa

    G.E.R.M.A.N.
    Mensagens:
    10.017
    Estranho, a mim nunca me pediram BI nenhum, comprei sempre o meu GTAzinho no dia de lançamento.

    De resto, eu sinceramente prefiro ser jogador agora do que era há 15 ou 20 anos atrás. Ao contrário do que se fala no vídeo, eu acho que sou muito melhor jogador agora do que era em miúdo. Nunca na vida em puto conseguiria passar o primeiro Zelda, Metroid ou Castlevania e nunca me poria a jogar nenhum jogo nas dificuldades mais elevadas. Além disso, o tipo de jogos que prefiro agora é muito diferente. Em miúdo, desde que fosse um jogo baseado na minha série de televisão/filme preferidos eu ficava feliz, nunca me veria a jogar títulos com enredos e mecânicas complexas, excepto alguns RTS, mas isto já com mais de 10 anos.

    Em relação ao tempo e comprar jogos, é verdade o que ele diz. Em miúdo, eu recebia um jogo ou dois no Natal, Páscoa e aniversário e tinha de me dar para o ano todo. Daí que tenha gastado literalmente milhares de horas na primeira geração Pokémon. Recebi o Blue e quando saiu o Yellow recebi esse. Durante meses e meses só jogava Pokémon e o que me emprestavam no recreio. Gastei centenas de horas num pequeno simulador de futebol chamado Total Soccer Manager, passei o Wario Land II umas 50 vezes e por aí fora. Agora o tempo é muito menor, mas ao contrário do que ele diz, eu prefiro investir horas num jogo maior e que me sinta mais realizado do que noutro minúsculo que sei que daqui a uns anos nem me lembro de que o joguei. Até porque é como ele diz, raramente penso em rejogar jogos agora. Tenho muito menos tempo do que tinha, mas também planeio bem os meus dias, deixo pelo menos 1 hora por dia para a jogatina e um bocadinho mais ao fim de semana.

    A única coisa que tenho pena, de facto, é de ter perdido aquela sensação de alegria imensa de receber um novo jogo, pois compro praticamente os que quiser (ainda me lembro de um rapaz no processo de divórcio dos pais receber um jogo novo todos os meses e eu ficar roído de inveja lol). O Natal também já não é o que era, perdi um bocado o sentimento, que espero voltar a ter quando tiver filhos algum dia, mas de resto, acho que é muito melhor ser jogador agora do que era em miúdo.
     
  5. Celebi Redactor
    aa

    Celebi
    Mensagens:
    3.989
    Eu não me sinto propriamente adulto e já noto que a percentagem de jogos com que me divirto em relação a quando era criança diminui substancialmente, imagino daqui a mais uns anos.
     
  6. BraveBold Spring Mushroom
    aa

    BraveBold
    Mensagens:
    7.776
    NN ID:
    XenoManso
    Switch FC:
    0916-2960-3113
    Eu terminar bue vezes foi o Shinobi II da GameGear

    Goty Depois tentava ter o maior high score
     
  7. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.091
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Eu revi-me também na parte de que prefiro um jogo linear mas sem momentos mortos do que um jogo com muitas horas, em que muitas delas é para encher chouriços.

    Já demoro meses a acabar um RPG, no "meu tempo" demorava semanas. O FFIX quando saiu acabei-o em menos de uma semana. Bons tempos

    Mas estás em Portugal. O pessoal aqui esta-se defecando para restrições etarias. Todos os meus amigos na época compraram o Vice City e éramos putos de 11/12 anos
     
  8. Hrs10 Spring Mushroom
    aa

    Hrs10
    Mensagens:
    8.781
    Eu vejo-me nisso.

    Prefiro jogos mais curtos e directos, com suminho.

    Os últimos jogos que joguei foram todos mais "curtos". Estou neste momento a jogar o Uncharted 4.

    Queria jogar o Persona 5, mas aquela parede de horas é intimidante.
     
  9. nuitari 1-Up Mushroom
    aa

    nuitari
    Mensagens:
    1.538
    Sim, acerta em mts pontos no video,mas acho que para pessoas como eu, faltou falar de um. Quando somos adultos e já com filhos com idade de jogar videojogos, acho que ao jogar videojogos "antigos" com eles recuperamos um pouco a alegria de sermos crianças. Foi um magnifico dia quando joguei a 1ª vez o sonic 2 com o meu filho mais velho...
     
  10. neveda Redactor Chefe
    aa

    neveda
    Mensagens:
    31.128
    NN ID:
    neveda
    Switch FC:
    5357-7881-4111
    Preocupo-me mais em jogar do que ver outros a jogar, isto comparado com jovens de hoje em dia. Por outro lado, sou mais ecléctico hoje de quando era criança. Infelizmente o meu backlog agora é gigantesco, antes tinha um jogo novo de 3 em 3 meses. :(
     
  11. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.091
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    O conceito de backlog quando éramos crianças era uma coisa inimaginável. Ter jogos em casa e deixa-los na prateleira sem os jogar? Impensavel!

    Até aos meus 11/12 anos tinha 3/4 jogos por ano. Era para serem exprimidos até ao tutano.

    E, muitas vezes, também me divirto mais a rejogar jogos que adorei há uns anos do que propriamente jogar pela primeira vez os títulos mais aclamados do momento.

    @Hrs10 demorei meses a acabar o Persona 5. Mas valeu a pena cada minuto ! Jogão
     
    Última edição: 16 de Abril de 2018 às 10:13
  12. neveda Redactor Chefe
    aa

    neveda
    Mensagens:
    31.128
    NN ID:
    neveda
    Switch FC:
    5357-7881-4111
    Pois, totalmente verdade.

    Eu agora vejo o que tenho e penso que não conseguirei acabar no meu tempo de vida. :P
     
    Hrs10 likes this.
  13. Hrs10 Spring Mushroom
    aa

    Hrs10
    Mensagens:
    8.781
    E ainda assim continuas a comprar.

    Eu percebo isso perfeitamente.
     
  14. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.091
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    É comprar jogos para gozar na reforma. Que por este andar vai ser aos 90 anos
     
  15. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.095
    O tempo é um factor a ter em conta, mas uma pessoa que faça uma gestão do seu dia mais ou menos consegue ter um tempinho para jogar semanalmente.

    Eu em puto já tinha tendência para cenas fora do mainstream, em particular um dia em que pude escolher um jogo e na loja deixaram-me experimentar o Shadow Hearts e o GTA Vice City. Ainda hoje me lembro dos empregados a dizer que o Vice City tava brutal wada wada wada, quando me virei e disse que levava o Shadow Hearts ficaram com cara de parvos lol Não que o Vice City seja mau jogo, pelo contrário. No entanto eu não voltava hoje a jogar o Shadow Hearts, nem o Vice City.

    E sim, há jogos que prefiro ver uma gameplay directa do que andar ás voltas, já fiz isso com aventuras gráficas, recebi o enredo por inteiro sem ter de investir horas a vasculhar pistas.
    O Majora`s Mask 3D passei com um guia, porque tenho menos tolerância a perder tempo ás voltas. Se fosse miúdo provavelmente teria tempo de investir horas a descobrir todos os eventos, mas agora seria impossível.

    Há também o facto de estarmos muito mais expostos a novidades sobre jogos. Há quem já saiba tudo sobre um jogo antes dele sair. Neste fórum qualquer um consegue fazer uma previsão do o espera em determinado jogo, só pelos vídeos de gameplay. Estar pouco exposto torna a experiência bem melhor.

    No fundo queremos todos a continuar a ser crianças, apenas somos forçados a ser adultos.
     
    BraveBold likes this.
  16. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.091
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Embora atualmente haja muito mais variedade e os preços sejam muito mais acessiveis (quem tem saudades de dar 17 contos por um jogo da Mega Drive ou da N64?), mas há uma coisa que tenho saudades de ver: lojas de jogos.

    Quando era miúdo, vendia-se jogos em imensos sítios, mesmo em lojas de esquina ou em pequenos centros comerciais. Havia uma loja de eletrónica e eletrodomésticos no centro da Parede, onde ainda cheguei a comprar uns quantos jogos, alguns deles são hoje raridades, como o Panzer Dragoon Saga ou o Star Ocean the Second Story. Mesmo nas grandes superfícies, como a Fnac, o Carrefour ou a Toys R Us, o números de prateleiras repletas de jogos era imenso! Na Toys do Cascaishopping então eram dois corredores gigantes só para jogos.

    Hoje quando passo pela Fnac, já mal passo pela secção dos jogos: excetuando as novidades, há cada vez menos espaço para jogos e com a internet, cada vez compensa menos comprar em lojas físicas. A minha carteira agradece, mas há sempre aquela nostalgia em relembrar o quão empolgados ficávamos quando sabíamos que íamos a um sitio onde, mesmo que não pudéssemos comprar nada, podíamos sempre admirar prateleiras e prateleiras cheias de jogos.
    Eu ontem comecei a jogar o the Withcer 3. Para o ano que vem, por esta altura, ainda devo estar de volta do jogo :suado:

    Deep.
     
    Hrs10 likes this.
  17. G.E.R.M.A.N. Mega Mushroom
    aa

    G.E.R.M.A.N.
    Mensagens:
    10.017
    Outra coisa que tenho saudades são as revistas de jogos. E não falo das revistas especializadas em videojogos (essas também), mas daqueles catálogos que apareciam antes do Natal, ficava todo entusiasmado na época do Natal quando os meus pais chegavam a casa com essas revistas de jogos e brinquedos e eu babava-me a pensar qual deveria escolher para esse Natal. E eram catálogos grossos cheios de cenas, acho que ainda tenho alguns no sótão. Era isso e os anúncios publicitários, que teasing...
     
  18. Hrs10 Spring Mushroom
    aa

    Hrs10
    Mensagens:
    8.781
    Eu sempre que entro num Jumbo e vejo a pobreza da secção de jogos, cai-me tudo.

    Tenho imensas saudades de ver jogos à venda nesses sítios, e com secções em condições.
     
  19. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.091
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    @G.E.R.M.A.N. as revistas é outras das coisas de que guardo excelentes recordações! Adorava ler (e por vezes reler) as
    MultiConsolas, BGamer, Revista Oficial Playstation, Mega Force… Ainda hoje as tenho religiosamente guardadas. Até andei a ver preços de encadernação, mas ainda não encontrei nada que me deixasse satisfeito. Numa época em que a internet esteva muito longe de ter a expressão que tem hoje, as revistas eram uma das únicas formas de podermos estar a par das novidades deste mundo e de ver as primeiras imagens dos jogos (e no templo dos Jogos podíamos ver vídeos!!!). Ainda me lembro da ansia pelas edições de junho/julho, nas quais se costumava cobrir as E3. Agora assistimos às apresentações em direto eheh

    No âmbito das revistas, não posso mesmo de deixar de recomendar as Retro Gamer, muito bem escritas e com uma enorme panóplia de temas abordados! Eu não as compro todos os meses, mas as compilações que lançam dedicadas a uma consola ou a uma marca não escapam.


    Outra coisa que tenho saudades são os manuais dos jogos. Alguns então eram verdadeiras bíblias, sendo grossíssimos e com imensa informação sobre o jogo, história, etc. Nos tempos das vacas magras, foram muitas as vezes que folheei os manuais dos meus jogos Mega Drive, PS1 ou N64.

    As versões físicas agora apenas trazem o CD numa pequena caixa de plástico… (embora, por questões ambientais, os manuais digitais sejam, sem dúvida, a melhor opção.
     
    G.E.R.M.A.N. likes this.
  20. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.095
    Eu tinha tanta revista, mais de 200 jazuz senhore... Comprava MConsolas e ROPS1 sempre, de vez em quando lá ia uma BGamer, SuperJogos, MegaScore, etc. Hoje tenho 4 revistas que guardo por recordação, o resto vendi tudo.
    Sinceramente não sinto falta. Serviram o seu propósito, mas prefiro a informação online.
    Os putos agora ganham é nos brindes, eu acho que este geração tem muito mais revistas com brindes do que o pessoal dos 90-00. Tipo revista Cartoon Network, Lego, etc. traz sempre uma bugiganga qualquer.

    Manuais também passo bem sem eles. Existem alguns bons, mas a maioria era informação que não lia e ainda para mais a preto e branco...

    Quanto ás lojas ia era porreiro, até tinham stands próprios, tipo os videoclubes com as suas estantes Playstation xD
    Hoje em dia acredito que o efeito seja semelhante para a pequenada mesmo nas FNAC e assim, nós apenas temos memórias diferentes.
     

Partilhar esta Página