icone deResident Evil 7 anunciado para a Nintendo Switch

NOTÍCIA


Resident Evil 7 anunciado para a Nintendo Switch

Mas apenas em versão Cloud.

SWITCH
ESHOP

Por Nuno Nêveda a


66

Nuno Nêveda, Redactor Chefe

Fã de hábitos alimentares saudáveis, consta que implementou dietas rigorosas aos colegas de equipa. Quando não anda atrás de uma balança, costuma implorar por um novo F-Zero. E quem lhe tira uma partida de FIFA, tira-lhe tudo.

66 Comentários...

#61 Blair

27 de Maio, 2018, 14:40

@Deus ex-Machina o jogo devia estar disponível sempre que o utilizador o entenda. Não faz sentido disponibilizar um jogo numa consola e determinar que só pode ser jogado em certos lugares e circunstâncias.
#62 Deus ex-Machina

27 de Maio, 2018, 14:55

Blair
@Deus ex-Machina o jogo devia estar disponível sempre que o utilizador o entenda. Não faz sentido disponibilizar um jogo numa consola e determinar que só pode ser jogado em certos lugares e circunstâncias.
Isso e' como em tudo na vida...

A 3DS foi desenhada para obter jogos com grafismo 3D....nao quer dizer que todos os jogos tenham que utilizar isso.
A Wii foi desenhada para usufruir de motion controls. Nao quer dizer que todos os jogos o tenham que ter.
A Switch foi desenhada para ter portabilidade. Nao quer dizer que todos os jogos o tenham que ter.

Com o advento da internet e da sua massificacao, nao me admira nada que mais e mais empresas apostem neste modelo.
#63 G.E.R.M.A.N.

27 de Maio, 2018, 15:04

Engraçado, esta conversa está-me a fazer recordar os tempos de 2004 e do advento do Half-life 2 e do Steam. Na altura, lembro-me do pessoal se queixar imenso de ter que aceder à Internet para instalar (e reparem que era apenas instalar e não jogar) o Steam para poder jogar o Half-Life 2. E a mim também me incomodou porque eu não tinha Internet na altura (era um luxo, eu apenas comprava as BGamer e era assim que me mantinha ligado a este mundo) e tive de pedir aos meus pais para que finalmente a instalassem.

Claro que são situações muito diferentes e continuo a não defender este modelo pelo menos do modo que está neste momento, já que não existem condições para tal aparentemente, mas provavelmente o Deus tem razão e daqui a uns tempos quando a Internet pública estiver massificada e for decente o suficiente, este modelo passe a ser norma entre a comunidade gamer.
#64 Rony G

27 de Maio, 2018, 15:57

Deus ex-Machina
Nao me apercebi disso. Sacaste da eshop japonesa?

EDIT, btw, parece que nao funciona fora do Japao para ja.
http://www.nintendolife.com/news/20...d_version_doesnt_really_work_outside_of_japan
Sim, eu criei uma conta japonesa logo no início da vida da switch porque era a única eShop que tinha a demo do puyo puyo vs Tetris.

E ya, aquilo mal se vê a cutscene inicial fora do Japão, no entanto o jogo tem as opções de línguas e dá para o meter todo em inglês!!!
#65 neveda

27 de Maio, 2018, 18:40

O modelo de negócio deste exemplo é indefensável. Podem fazer o spin que quiserem. O Resident Evil 7 a sério arranja-se abaixo de 20 euros novo sem problemas noutras consolas.

A questão aqui não tem nada a ver com aluguer de jogos, mas o streaming.

Não tem a ver com massificação. Existe sempre input lag mesmo com net óptima. Localmente a latência será sempre menor. O streaming em vídeojogos tem um longo a caminho a percorrer, nomeadamente com o caminho de altas resoluções e jogos visualmente mais pesados. Não é por acaso que o OnLive morreu e o PS Now não descola ficando-se com jogos PS3.

E há género que duvido que algum dia venha a ser norma. Fighters por exemplo.
#66 gusema

28 de Maio, 2018, 20:54

neveda
O Resident Evil 7 a sério arranja-se abaixo de 20 euros novo sem problemas noutras consolas.
Isso eu muito giro para quem o consegue jogar noutras consolas, o port Switch é para quem não tem essa hipótese assim como os outros 30 ports.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.