icone deVendas no Reino Unido: Octopath Traveler vendeu quase o dobro de Bravely Default

18 Comentários...

#1 BraveBold

16 de Julho, 2018, 10:11

Eish Até no temível UK o jogo vendeu bem
#2 Nosferato

16 de Julho, 2018, 13:33

Ui, jogo de nicho a vender bem. Coisa rara.
#3 Bacx

16 de Julho, 2018, 13:42

Nosferato
Ui, jogo de nicho a vender bem. Coisa rara.
Octopath não é um jogo de nicho...
#4 Bernkastel

16 de Julho, 2018, 18:08

Jogo de nicho quando anda a ser publicitado agressivamente desde que anunciaram a Switch lol.
#5 Nosferato

16 de Julho, 2018, 18:28

Toda a gente sabe que rpgs com combates por turnos e com estilo gráfico 2D e sprites à 16 bits é mainstream para caraças.
Até estou admirado de não terem mandado a eShop abaixo com a quantidade de downloads por causa da falta de stock físico nas lojas.
#6 Bernkastel

16 de Julho, 2018, 19:33

Apareceu em sabe-se lá quantos Directs, teve duas demos, teve publicidade até não poder mais... mas é jogo de nicho por ser 2D numa portátil lol. Vai-se a ver e se calhar os Pokémon até ao GBA também foram de nicho...

E não sei se isso da eShop é uma tentativa de sarcasmo, mas o jogo entrou directamente para o primeiro lugar no top da americana, a custar 60 doleta. Nicho indeed.
#7 Nosferato

16 de Julho, 2018, 20:08

Os últimos 20 anos demonstram bem que o género foi caindo imenso não só em popularidade dos títulos como também em vendas. À excepção de séries como Pokémon, Persona, Dragon Quest e pouco mais, as vendas nunca mais foram totalmente satisfatórias. O último que vendeu que se fartou e atingiu um pico absurdo de popularidade foi Final Fantasy X.

E isso da publicidade quer dizer o quê? Bravely Default também teve direito ao seu tempo de antena, com demos, directs, presença em E3s e com a 3DS em vento em popa, e mesmo assim este OP vendeu quase o dobro dele no UK.

Aqui houve claramente uma surpresa. É inegável. Se todos vendessem assim o mercado neste momento oferecia muita mais oferta deste estilo e não é isso o que tem acontecido. As empresas foram abandonando aos poucos o estilo achando que a evolução natural dos rpgs seria os action.

Quem me dera que de repente todos os novos IPs rpgs por turnos vendessem igual ou ainda mais que o OP. Estaria feliz da vida e com tanto por onde escolher.
#8 Bernkastel

16 de Julho, 2018, 20:28

"JRPGs por turnos caíram em popularidade e em vendas, com a excepção de praticamente todos os JRPGs por turnos que ainda se vão fazendo."

Lindo.

Se calhar algumas empresas pararam de fazer RPGs por turnos porque essa limitação técnica desapareceu naturalmente com o tempo e não porque pararam de vender. Digo eu, sei lá. Que é que percebo disto?

(E quando digo algumas empresas, digo Square e Final Fantasy, que foi para aí a única série que deixou de ser por turnos.)
#9 AyaBuza

16 de Julho, 2018, 20:30

Vocês ás vezes também... se vendesse mal, iriam dizer que era normal porque era nicho.
Eu acho surpreendente e fico muito contente por ver a Switch a ter muito sucesso.
#10 Nosferato

16 de Julho, 2018, 20:40

"Se calhar algumas empresas pararam de fazer RPGs por turnos porque essa limitação técnica desapareceu naturalmente com o tempo e não porque pararam de vender."

Mas nunca foi uma limitação técnica. Mas qual limitação técnica? Nos últimos 18 anos saíram muito bons rpgs por turnos, e os que se destacaram nunca foram limitados a nada. Até tens os exemplos que te dei em cima, que continuaram a registar vendas incríveis e níveis de popularidade muito bons. Quem seria capaz de afirmar há 20 anos que um jogo como Persona pudesse estar com esta popularidade no mercado Ocidental?
O que fez determinar o seu desaparecimento é simples: o mercado não estava a responder, logo seria estúpido continuar a investir nisso.
O Bravely Default é um caso bem recente. O OP vendeu quase o dobro sem nenhuma razão aparente e digna de registo. Aqui houve surpresa. Não ficaria surpreendido se daqui a alguns dias a própria Square assumisse essa surpresa.
#11 Bernkastel

16 de Julho, 2018, 20:48

Mas alguém me explica a porra do mito do "desaparecimento dos RPGs por turnos"? Que RPGs por turnos é que desapareceram? Quem é que os fazia e parou?

Retórica. A explicação é simples: Final Fantasy deixou de ser por turnos, logo RPGs por turnos desapareceram. Porque não existem outros e porque Final Fantasy não tentou sempre ser mais virado para a acção mesmo entre os jogos por turnos com a conversa do active time battle.
#12 Nosferato

16 de Julho, 2018, 21:01

A quantidade de rpgs por turnos que existiu entre 1995 e 2002 é absurdamente estúpida comparado com o que se seguiu depois. E quem os fazia? O que não faltaram eram empresas a fazer e a tentar entrar na coisa. Até a Sony investiu nisso. A Sony.
O género afundou-se. Entretanto tornou-se num nicho, à excepção de séries como Pokémon, Persona e Dragon Quest, com todo o mérito.
A prova disso é que nos últimos 18 anos não surgiu nada digno de vendas surpreendentes com novos IPs.
#13 Bacx

16 de Julho, 2018, 21:18

Eu nem acredito que vou dizer isto mas concordo em absoluto com o @Bernkastel.
#14 BraveBold

16 de Julho, 2018, 21:30

Não sei se desapareceram em termos de quantidade comparativamente com os dias de hoje, mas a qualidade baixou
Mas a verdade é que alguns desapareceram:

BoF, Suikoden, FF antes havia 1 por semana, Chrono, Grandia, Lunar, Wild Arms, etc
#15 gusema

17 de Julho, 2018, 07:00

@BraveBold alguns desses não chegaram a passar do 2. Não é uma questão de terem desaparecido, os estúdios que os faziam mudaram-se para outros RPG's. Não quer dizer que tenham havido menos RPG's, apenas que uma houve uma renovação das séries existentes.

Eu acho que antigamente os RPG's davam mais nas vistas porqhe haviam muito menos géneros, enquanto que hoje uma pessoa facilmente joga um RPG por ano e consegue passar o ano inteiro sem repetir um género.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.