icone deNintendo Switch Online só na segunda metade de Setembro

NOTÍCIA


Nintendo Switch Online só na segunda metade de Setembro

Falta pouco mais de um mês para o início do serviço.

SWITCH

Por Nuno Nêveda a


23

Nuno Nêveda, Redactor Chefe

Fã de hábitos alimentares saudáveis, consta que implementou dietas rigorosas aos colegas de equipa. Quando não anda atrás de uma balança, costuma implorar por um novo F-Zero. E quem lhe tira uma partida de FIFA, tira-lhe tudo.

23 Comentários...

#1 _GM_

10 de Agosto, 2018, 09:29

Se o Nintendo Switch Online for lançado na segunda metade de setembro, então eu aguardo por um Nintendo Direct na primeira semana de setembro. Eles vão ter que explicar muito bem como é que o serviço vai funcionar. E não estou a ver eles explicarem isso meros dias antes do serviço ficar online.

Estou é interessado no tipo de descontos exclusivos para o Nintendo Switch Online. Não estou à espera de algo do tipo PSPlus, mas já ficarei bem contente se tiver acesso a descontos melhores dos que têm aplicado ultimamente.

E também estou interessado nos planos da Nintendo para colocar jogos retro. Vamos ter jogos da NES, mas quero saber se vão acrescentar jogos de outras consolas, pelo menos até os jogos da Gamecube e Gameboy Advance.
#2 neveda

10 de Agosto, 2018, 09:32

Sim, acho também provável haver um Direct um pouco antes para explicar as "vantagens" do serviço.
#3 Nosferato

10 de Agosto, 2018, 11:15

Com todas plataformas clássicas, resumem as ofertas a jogos da NES.
Pls, Nintendo...
#4 Bernkastel

10 de Agosto, 2018, 12:49

De certeza que andarem a perseguir tudo quanto é site de emulação é sinal de que vão ajudar a preservar o catálogo das suas consolas antigas metendo a maior parte dos jogos no serviço e não apenas os do costume.

Ou então não. :(
#5 Bacx

10 de Agosto, 2018, 13:21

@Bernkastel Como se esses sites fossem mesmo para ajudar na preservar os catálogos das consolas antigas...
#6 _GM_

10 de Agosto, 2018, 13:47

Bernkastel
De certeza que andarem a perseguir tudo quanto é site de emulação é sinal de que vão ajudar a preservar o catálogo das suas consolas antigas metendo a maior parte dos jogos no serviço e não apenas os do costume.

Ou então não. :(
Sim eu vejo isso... mas acho que o processo vai ser BEM lento.

Se o plano deles é mesmo colocar os melhores jogos das suas plataformas antigas no Nintendo Switch Online, vou ter que esperar quantos meses, ou anos, até ter jogos de Gameboy Advance na Switch? Ou jogos da Gamecube? Daqui a uns 2 anos?
#7 lobito180

10 de Agosto, 2018, 13:49

Bacx
@Bernkastel Como se esses sites fossem mesmo para ajudar na preservar os catálogos das consolas antigas...
E não têm esse intuito?
Há muita pirataria sem razão, nao vou negar, mas não vejo qual o problema em descarregar um jogo que não exista à venda num meio oficial. Posso comprar uma cópia usada, mas vou dar aos criadores tanto dinheiro como se o tivesse sacado e emulado.
Concordo a 100% que se tirem todos os jogos disponíveis para compra, agora os outros é só para ser casmurro...
#8 Bacx

10 de Agosto, 2018, 14:04

@lobito180 Claro que não, muitos desses sites são direccionados para mercados periféricos onde não existe capacidade para comprar jogos (Brasil, Índia etc) e ganham dinheiro à custa de publicidade. E preservar catálogos não é dar a possibilidade de ter acesso gratuito a todos os jogos de uma consola antiga.

lobito180
E não têm esse intuito?
Há muita pirataria sem razão, nao vou negar, mas não vejo qual o problema em descarregar um jogo que não exista à venda num meio oficial. Posso comprar uma cópia usada, mas vou dar aos criadores tanto dinheiro como se o tivesse sacado e emulado.
Claro que há problema porque estás a infringir direitos de autor ao obter uma cópia não autorizada (as cópias usadas estão autorizadas porque já foram compradas uma vez) por mais que não prejudiques realmente a empresa. Do ponto de vista legal se alguém admitisse que não havia problema em fazer isso era um grave problema nos tribunais. As empresas, neste caso a Nintendo, só estão a proteger os seus direitos em geral e para tal tem de ser abrangentes. E atenção que o foco é sempre em quem distribui (que é um crime muito mais grave) do que quem descarrega.
#9 Bernkastel

10 de Agosto, 2018, 14:08

Bacx
@Bernkastel Como se esses sites fossem mesmo para ajudar na preservar os catálogos das consolas antigas...
Há partes da comunidade de emulação que têm unicamente esse objectivo. Tanto jogo que já não há como adquirir por vias legais, excepto no mercado de usados que só enche o cu de chulos a vender a preço de ouro porque sabem que é isso ou nada.
#10 lobito180

10 de Agosto, 2018, 14:43

Bacx
@lobito180 Claro que não, muitos desses sites são direccionados para mercados periféricos onde não existe capacidade para comprar jogos (Brasil, Índia etc) e ganham dinheiro à custa de publicidade. E preservar catálogos não é dar a possibilidade de ter acesso gratuito a todos os jogos de uma consola antiga.



Claro que há problema porque estás a infringir direitos de autor ao obter uma cópia não autorizada (as cópias usadas estão autorizadas porque já foram compradas uma vez) por mais que não prejudiques realmente a empresa. Do ponto de vista legal se alguém admitisse que não havia problema em fazer isso era um grave problema nos tribunais. As empresas, neste caso a Nintendo, só estão a proteger os seus direitos em geral e para tal tem de ser abrangentes. E atenção que o foco é sempre em quem distribui (que é um crime muito mais grave) do que quem descarrega.
Eu percebo a questão da legalidade, mas não deixa de ser uma coisa estúpida.
Se formos a ver, praticamente tudo tem um dono e não pode ser usado. Queres o exemplo mais parvo de sempre? Os nossos avatares. O meu é artwork de um jogo, o teu é de um anime cujos formatos de distribuição dizem que nenhuma parte do mesmo pode ser utilizada sem autorização prévia.
Não acho que a atitude da Nintendo seja a certa, por mais que esteja dentro da lei. As leis têm de se adequar conforme as necessidades, e se um produto não está à venda e o detentor da licença não tem intenção de o distribuir num futuro próximo, deveria cair em domínio público e ponto final.

Não estou a defender sites que ganham dinheiro com isto, mas há comunidades que fazem tudo por serem fãs.
Além disso, vivemos agarrados a objetos que possuem um tempo de vida. Um cartucho ou CD, etc, não funcionam para toda a eternidade, e se não houverem cópias destas, no futuro ninguém poderá jogar muitos destes jogos mais obscuros.

E volto a referir, se um site tem uma ROM do Super Marios Bros. da NES, acho muito bem que a tirem porque há mil e uma maneiras de comprar esse jogo hoje em dia, agora se me vierem com uma coisa tipo o Time Crisis da Playstation, acho que as produtoras deveriam permitir. Se um dia surgissem planos de relançar um jogo, lá entrariam em contacto e os respectivos sites apagariam os jogos.
#11 Bernkastel

10 de Agosto, 2018, 16:02

E não é como se haver roms dos Marios e Zeldas todos da NES/SNES a pontapé na internet impedisse os jogos de estar sempre no topo das listas de dls da Virtual Console que os têm. Quem quer comprar compra sempre, quem não quer comprar nunca compra. Não é como se tivesse sequer impacto significativo em vendas.
#12 Kaitosan

10 de Agosto, 2018, 16:15

Acho que era uma grande decisão da Nintendo trazer para o serviço os grandes jogos das consolas anteriores
#13 Shiny

10 de Agosto, 2018, 17:11

Eu por um lado entendo a Nintendo, é de facto o conteúdo deles e têm todo o direito e a lógica de o preservar a todos os custos. Mas como já foi dito aqui há um bom argumento para não perseguir as comunidades inteiramente dedicadas à preservação de jogos já não disponíveis ou aos vários projectos feitos por fãs sem interesses financeiros, não sei exatamente o que a Nintendo tem a ganhar na prática em mandá-los abaixo.

É um tema muito complicado.
#14 BraveBold

10 de Agosto, 2018, 22:56

Penso que isto só envolva jogos Nintendo
#15 Bernkastel

10 de Agosto, 2018, 23:30

Se for só NES não devem ter grandes problemas em negociar inclusão de jogos 3rd party.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.