icone deSuper FNintendo Podcast - Natal em Família Nintendo

PODCAST


Super FNintendo Podcast - Natal em Família Nintendo

Edição especial de Natal.

GERAL

Por FNintendo a


4

4 Comentários...

#1 G.E.R.M.A.N.

24 de Dezembro, 2018, 14:51

Bom podcast. Eu em termos de prendas também é só o SSBU, de resto comprei o Okami HD para mim, mas não vou receber mais nada no que toca a videojogos.

Em termos de jogos associados a este época festiva, eu não tenho um jogo propriamente dito, mas sim um género de jogos. Por alguma razão, costumo jogar regularmente VN's ou aventuras gráficas nesta altura do ano, há algo de reconfortante em apreciar uma boa história à beira da lareira com uma caneca de chá que me faz sempre voltar a este género por esta altura.

Dragon Quest XI é uma óptima prenda para o Natal neveda, é talvez a série mais reconfortante que existe para mim, espero estar a dizer no próximo Natal que também o vou receber na Switch.

Também nunca tive o hábito de jogarmos em família no Natal, ou pelo menos na noite de consoada. Eu guardava-me sempre para a manhã de dia 25, quando acordava bem cedinho para poder experimentar as novidades todas que tinha recebido na noite anterior.

Em termos de jogos que me desiludiram no Natal, essa é fácil: Toy Story 2 para o GBC. Isto foi no Natal de 2000, é daquelas memórias que uma pessoa nunca mais se esquece. Já tinha experimentado o Super Mario Bros. no GBC de um amigo e tinha adorado, amor à primeira vista, pelo que pedi aos meus pais o jogo para ter algo diferente de Pokémon. Chateei os meus pais e esperei pelo Natal, à espera de abrir a minha prenda e ver lá dentro a caixa com o homem gorducho de bigode e chapéu vermelho. Tal é a minha surpresa quando abro a caixa e vejo um jogo chamado Toy Story 2.
"Não foi isto que pedi."
"O senhor da loja disse que era parecido com o Super Mario."
Ok, deve ser divertido. Não tinha visto o filme na altura, mas já tinha ouvido maravilhas do primeiro filme, não havia razões para não ser bom. Errado. O jogo era terrível. Os controlos eram maus, o jogo era secante, não tinha nada a haver com Super Mario. Como é que se podiam ter enganado? Ainda tenho o jogo ali, o autocolante está em óptimo estado. Tenho outros, mas este é o que mais se destaca na minha memória porque tinha expectativas completamente diferentes para esse Natal.

Agora como adulto, claramente que o Natal perdeu o encanto que tinha. Tenho responsabilidades e preocupações que me impedem de aproveitar esta época festiva do mesmo modo. Pode ser uma época de paz para a maioria das pessoas, mas nos hospitais é uma época terrível, cheia de doentes nas urgências e no internamento e temos sempre de fazer umas horas extra para tentar que os doentes consigam ir passar o Natal com as famílias. Nesta altura da minha vida, acaba mais por ser uma época de dores de cabeça do que propriamente de paz eheh. Por outro lado, é o que o Nosferato disse, podemos comprar o que quisermos quando quisermos, não temos propriamente de esperar pelo dia 25, além de que as pessoas que me oferecem prendas são os meus pais, avós e a minha namorada e tirando este ano em pedi especificamente à minha namorada o Smash, os únicos jogos que eventual tenho debaixo da árvore são os que ofereço a mim próprio porque em Portugal ainda existe o estigma de que videojogos são para miúdos, então acabo por receber outras coisas que acabam por ter mais utilidade em vez do propósito de divertir, o que não me queixo, antes pelo contrário, até agradeço, já que me riscam coisas da lista de compras. Quando tiver filhos ali como o Sérgio Mota, talvez o espírito volte porque acho que acaba por ser contagiante a alegria dos miúdos em receber prendas ou a inocência de acreditarem no Pai Natal.

E é verdade Sérgio Mota, no Smash podem não ter recebido, mas no Odyssey, o Mario teve direito a fato de Natal, eu já o tenho.

[​IMG]
Quanto a jogos para este Natal, Smash e completar o Odyssey, mais nada para mim.

Por último, uma mensagem de parabéns ao @WCamicase :)
#2 ze_samot

24 de Dezembro, 2018, 15:57

Este só vou conseguir ouvir depois de Natal, mas já foi para a lista de marcadores ;)
#3 Nosferato

25 de Dezembro, 2018, 20:34

Aquele clássico de faltar pilhas para alimentar os brinquedos dos putos na ceia de Natal... nunca falha. Natal de 2018: check.
#4 BraveBold

26 de Dezembro, 2018, 05:38

Nice podcast.
Jogos como prenda de Natal este ano foi zero. Começar a poupar cartuchos que 2019 promete não ser meigo para a carteira.

Na minha família também nunca se ganhou o hábito de jogos no Natal. Nem muito sequer de prendas. Era mais o tinto, a filhó e a lareira. No entanto, já com uns bons anos no lombo, lembro me de jogar Ds com o meu primo mais novo. O Jump Ultimate era um dos favoritos para o multyplayer.

Desilusão lembro me que (não sei se nos anos ou no Natal) tinha feito uma enorme lista com vários jogos para a gamegear. Entreguei a lista a minha mãe e fiquei em pulgas.
Quando depois chega o dia, a minha mãe preparou logo o discurso. "Não foi nenhum jogo da tua lista. Não estavam em venda ou eram muito caros. Comprei este que a senhora da loja diz que é bom"
Fiquei totalmente desanimado. Mas tentei não o demonstrar. Isto tinha tudo para dar errado. O jogo não tava na lista e uma senhora a dizer que aquele era bom...
Bom, la desembrulhei aquilo....Shinobi II. "hummmm, tem ninjas. É capaz de ser bom até"
Bom, foi o meu jogo favorito de sempre da GameGear e seguramente o jogo que passei mais horas a jogar na consola.! Mas sem queimar pilhas que eu era um gajo informado e tinha comprado o transformador :p

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.