icone deCuphead

ANÁLISE


Cuphead

Um vício diabólico.

SWITCH
ESHOP

Por Pedro Mesquita a


Nota
10
Obra Prima

Pedro Mesquita, Redactor

Sempre dividido entre a Marvel e a Nintendo, ainda mantém viva a esperança que façam um jogo do Daredevil. Os seus géneros favoritos são RPG e Hack and Slash.

8 Comentários...

#1 VT

18 de Abril, 2019, 22:29

Já o queria experimentar, depois de ler esta análise fiquei com a certeza que não posso adiar muito mais a compra.
É obrigatório meter alguma coisa no "pior"? É que esse ponto parece que é só mesmo para o espaço não ficar em branco.
#2 neveda

18 de Abril, 2019, 22:33

Não é obrigatório. Assim de cabeça já aconteceu no Super Mario Galaxy 2.
#3 orochi

19 de Abril, 2019, 08:49

Já está na minha wishlist, só o Jazz já quase chegava para me despertar o interesse.
#4 Shiny

19 de Abril, 2019, 12:31

Parabéns pela análise, @Pmesquita

Quero muito comprar a versão física, portanto vou esperar até lá. Sempre disse que este jogo era perfeito para a Switch, e ainda bem que o port é bom.
#5 G.E.R.M.A.N.

19 de Abril, 2019, 12:44

Mas vai haver versão física ou estás a espera de uma possível versão da Limited Run Games?
#6 VT

19 de Abril, 2019, 13:02

Está confirmada uma versão física para a switch.
#7 G.E.R.M.A.N.

19 de Abril, 2019, 13:23

Ok, nesse caso vou esperar também então.
#8 Yggdrasil

19 de Abril, 2019, 21:16

Comprei-o ontem à noite - o Cuphead é um jogo que estava no meu radar desde que experimentei uma demo em 2016 e quando vi que o meu portátil não tinha capacidade para o jogar, fiquei com uma desilusão enorme, pelo que o anúncio que o íamos ter na Switch me encheu de expectativa...e realmente estou a adorar, já os meus tendões acho que não.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.