icone deO movimento gaming

CRÓNICA


O movimento gaming

Um termo ainda incompreendido?

GERAL

Por Tiago Marafona a


2

Tiago Marafona, Redactor

O maldisposto da equipa. Um autêntico fã de RPGs japoneses e um belo apreciador de jogos de plataformas. Recentemente tornou-se um especialista de jogos de dança e de música.

2 Comentários...

#1 VT

21 de Abril, 2019, 21:22

Gaming, hardcore gamer são tudo nomes que hoje em dia não se percebe bem o que querem dizer.
Pessoas que jogam à mais se 20 anos não se conseguem relacionar com nenhuma dessas designações.
É como dizes gaming é muito global, vai desde dos periféricos até aos youtubers.
O hardcore gamer é cada vez mais associado a tipo de jogos, fps, multi-player...
E Portugal apesar de ter melhorado muito o tipo de imagem que se tem associado aos videojogos, ainda existe muito preconceito.
#2 Yggdrasil

23 de Abril, 2019, 21:40

É uma consequência normal da expansão do sector - da mesma forma que o cinema e a música compreendem uma variedade enorme de gostos e de formas de abordar a arte, nos jogos também vão existir correntes e fenómenos diferentes. Eu não sou entusiasta de alguns desses aspectos mas se servir para melhorar a percepção dos jogos junto do público, tanto melhor.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.