icone deFire Emblem: Three Houses

ANÁLISE


Fire Emblem: Three Houses

Complexo e ambicioso.

SWITCH

Por Diogo Caeiro a


Nota
8
Muito Bom

Diogo Caeiro, Redactor

Firme crente da religião ATLUS, não perde uma oportunidade que seja para converter os restantes membros da staff. Quando não está numa demanda para salvar o mundo pela enésima vez, pode ser observado a contemplar o fascínio das massas por Dark Souls.

3 Comentários...

#1 BraveBold

6 de Agosto, 2019, 13:36

Excelente review
Devo de levar ai umas 15 ou 20h de jogo

A minha principal critica é mesmo os mapas. Quase todos "tábuas razas"
E os objectivos tal como dito tambem, são quase sempre identicos
Beneficiaria de objectivos diferentes ja vistos em outros jogos de estrategia como por exemplo:
Atinguir ponto X, proteger pessoa Y, etc

Estou muito agradado com o jogo mas ao mesmo tempo falham em algo tão essencial a um SRPG. Bom...vamos esperar por um remake de Shining Force 3 :p
#2 BraveBold

6 de Agosto, 2019, 20:56

BTW @Celebi Que tens a dizer do New Game + do jogo?!?
#3 Celebi

6 de Agosto, 2019, 21:10

BraveBold
BTW @Celebi Que tens a dizer do New Game + do jogo?!?
Cumpre a função em tornar a secção inicial do jogo um passeio com alguns modifiers de coisas relacionadas com habilidades de cada personagem, etc, o que também nos dá oportunidade para explorar algum conteúdo que por exemplo no primeiro playthrough não tenhamos visto por falta de tempo in-game.

Teria sido muito melhor terem estruturado o jogo de forma a não ter de repetir o seu início tantas vezes, mas pelo menos faz-se de forma relativamente rápida comparativamente à primeira vez que estivermos a jogar.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.