Ys VIII: Lacrimosa of DANA

caixa de Ys VIII: Lacrimosa of DANA
  • Plataforma:
    SWITCH
  • Editora: NIS America
  • Produtora: Nihon Falcom
  • Género: RPG, Acção
  • Lançamento: 29 de Junho, 2018
Nota

Vídeos

Artigos

imagem Ys VIII: Lacrimosa of DANA recebe trailer de lançamento

NOTÍCIA


Ys VIII: Lacrimosa of DANA recebe trailer de lançamento


Chega às lojas Sexta-feira.

Por Tiago Marafona a 26 de Junho, 2018, 18:31

SWITCH
0
imagem Novo trailer de Ys VIII: Lacrimosa of DANA

NOTÍCIA


Novo trailer de Ys VIII: Lacrimosa of DANA


Quase a chegar à Nintendo Switch.

Por Nuno Nêveda a 23 de Junho, 2018, 14:30

SWITCH
ESHOP
3
imagem Ys VIII: Lacrimosa of DANA - Novo trailer japonês

NOTÍCIA


Ys VIII: Lacrimosa of DANA - Novo trailer japonês


Nas lojas europeias a 29 de Junho.

Por Nuno Nêveda a 14 de Junho, 2018, 09:53

SWITCH
0
imagem Ys VIII: Lacrimosa of DANA na Europa a 29 de Junho

NOTÍCIA


Ys VIII: Lacrimosa of DANA na Europa a 29 de Junho


Finalmente uma data mais concreta.

Por Nuno Nêveda a 21 de Março, 2018, 18:13

SWITCH
54
imagem Ys VIII: Lacrimosa of DANA com direito a novo trailer

NOTÍCIA


Ys VIII: Lacrimosa of DANA com direito a novo trailer


Lançamento previsto para o Verão.

Por Nuno Nêveda a 10 de Fevereiro, 2018, 11:47

SWITCH
2

Comentarios

26 Comentários...

#1 jabun

2 de Julho, 2018, 21:02

Este é o topico oficial do jogo na switch?

Estava a pensar em vender a minha versão Vita e comprar a especial disto. E voltava a joga-lo. O jogo é assim tão bom
#2 Nosferato

2 de Julho, 2018, 21:55

Não sei se é o tópico oficial ou não, mas por mim ficava.
Quanto ao jogo, até agora não se destaca em nenhuma componente. Tal como o Brave disse lá em cima, animações e gráficos de duas gerações atrás. A história até agora está a abrir bem mas com clichés. As batalhas nem sempre oferecem variedade (estou a jogar em normal). Tenho derrotado os bosses da mesma forma que mato monstros comuns, apenas com a diferença de demorarem um pouco mais.
Ainda assim julgo que segue a tendência dos YS anteriores e portanto quem gostou dos outros, e ainda não jogou este vai gostar.
Sobre os "problemas" do port, apenas encontrei os tais 30 fps com ligeiras quebras. De resto não encontrei mais nada.
#3 G.E.R.M.A.N.

2 de Julho, 2018, 22:13

Acho que é difícil exigir em termos técnicos (o tal grafismo e animações) a um estúdio pequeno como a Falcom o mesmo que se exige a uma empresa grande como a Square Enix, a não ser que o port tenha sido mesmo mal feito. Acho que o ponto mais importante é saber se o jogo é divertido ou não. De qualquer das formas, mesmo na componente sonora, achas que o jogo não se destaca, Nosferato? Isso é que já é mais raro para os lados da Falcom.
#4 Nosferato

2 de Julho, 2018, 22:32

@G.E.R.M.A.N. eu estou a avaliar o jogo pelo que ele é, e não pelos recursos da empresa, etc. Compreendo o que queres dizer, e de certa forma para o número de funcionários da Falcom, até se pode dizer que não está um trabalho ruim, aliás, está muito longe disso, atenção. Agora, olhando para o jogo, a verdade é que ainda não se destacou em nenhuma componente até agora.
Até agora o sentimento de diversão é mista. Por um lado tens a repetição exaustiva de movimentos, e nem sempre os mapas têm pontos de interesse. Já apanhei vários corredores sem uma porcaria de um bau, sem qualquer coisa para interagir com o jogador e com becos sem nada. Isso não é interessante. Não é divertido. E se não fossem alguns monstros em áreas mais largas, seria uma monotonia do caraças. Falta-lhe vida em certas áreas. Se tinham falta de recursos, diminuíam as áreas.
A componente sonora é um sentimento misto também. As músicas nem sempre encaixam no propósito do momento. Mas algumas até se safam. Para além disso há uma música que já começa a cansar e que abrange uma larga área do mapa. As melodias quando são escolhidas para este tipo de mapas deveriam ser mais extensas e com ritmos não tão repetitivos. As OST dos Xenoblade geralmente fazem isso muito bem.
Posso estar a dar a impressão que o jogo é mau, mas não é isso que eu quero que pensem.
#5 Nosferato

3 de Julho, 2018, 23:04

Estou com praticamente nove horas de jogo. Fica em spoiler uma imagem do progresso do mapa.

Spoiler: progresso do mapa
#6 Nosferato

4 de Julho, 2018, 19:12

Já estava a avançar bem na história e com vários caminhos por onde explorar e decidi fazer uma pausa no caminho principal e aventurar-me por uma side-quest. Fiz a Night Mystery Quest Dungeon sem grandes problemas e até estava a gostar de explorar a caverna, com muita bicharada (embora a repetição já estava a cansar). Porém, o grande problema foi mesmo ter de levar com esta música por mais de 40 minutos (acho que foi o tempo que andei por lá a vaguear...).



@G.E.R.M.A.N. este é um dos exemplos em que digo que algumas músicas não encaixam no propósito proposto. Ao fim de alguns minutos já estava cansado de tanto ouvir isto. Que tareia nos ouvidos, porra!
#7 G.E.R.M.A.N.

4 de Julho, 2018, 19:49

Pois, ao fim de 40 minutos não sei, mas olha que eu gostei da música xD
#8 Blue-kun

4 de Julho, 2018, 19:52

Passando só para relembrar que Ys VIII é GOTY e que o Nosferato tem muita mau gosto para músicas.

Also

#9 neveda

4 de Julho, 2018, 20:01

Essa música do Ys por volta do minuto 1 tem uma batida parecida com muitas aulas de indoor cycling. É excelente para subir a intensidade da pedalada.
#10 Nosferato

4 de Julho, 2018, 20:09

Eu nem digo que a música é má, simplesmente levar com ela durante toda aquela missão (que basicamente consiste em atravessar uma gruta enorme, cheia de inimigos e de zonas por explorar, acaba por ser bastante desgastante. O ritmo é muito pesado, mete uma pessoa exausta só de ouvir aquilo tudo. E atenção, não estou a condenar a OST inteira. Há algumas musicas porreiras, algumas genéricas e outras más, mas o que salta mesmo ao ouvido nem são as músicas más, mas sim algumas que estão mal colocadas.
#11 Nosferato

9 de Julho, 2018, 21:03

Chapter 3 ~ 20 horas de jogo.
O jogo está a evoluir muito bem para minha surpresa. O enredo de personagens está a ficar sólido, assim como a história que apesar de ter alguns clichés está a ter pontos interessantes pelo meio. Gosto principalmente da forma como se vai expandido. A jornada de explorar a ilha em busca de novos habitantes é muito interessante e tem carisma. Para além disso, todas as personagens que vão entrando para a vila acabam por ter importância, personalidade e com alguma interacção. Apesar de não serem jogáveis, portam-se muito bem na forma como entram no enredo. Isto tem vindo a surpreender-me.
A exploração apesar de não estar a oferecer muito vale pelos vários caminhos disponíveis que apesar de estarem disponíveis dá para perceber pelos níveis dos monstros que ainda não é o momento certo. Isso é porreiro pois aí é que se sente a verdadeira adrenalina de estar a pisar a linha e de estar a ir por onde não se devia.
Ando também a gostar imenso de pescar. Curiosamente não me recordo de um outro rpg que me desse algum interesse em andar a pescar como aqui. Não sei se tem a ver com a facilidade com que se pesca, ou se tem a ver com os ganhos, mas sempre que vejo peixes na água atiro logo a cana. Muito fixe.
A música continua a não ser o ponto forte dele mas de vez em quando lá aparece uma ou outra música que até soa bem, apesar de continuar a existir inúmeros momentos em que as músicas escolhidas não encaixam com a situação. Ainda assim, quando é preciso um de acção lá estão as guitarras prontas para dar ritmo.
Não sei quantas horas é capaz de oferecer, mas estou a divertir-me.
#12 Nosferato

9 de Julho, 2018, 23:43

[​IMG]

Chapter 3 done!
#13 BraveBold

10 de Julho, 2018, 03:00

Bem queria estar na aventura @Nosferato

Mas este Xeno2 não me larga :s
#14 Bernkastel

12 de Julho, 2018, 18:11

Larga essa porra e vai jogar um jogo a sério.
#15 BraveBold

12 de Julho, 2018, 20:38

Bernkastel
Larga essa porra e vai jogar um jogo a sério.
Xeno2 is da besta

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.