Pokémon: Let's Go, Eevee!

caixa de Pokémon: Let's Go, Eevee!
  • Plataforma:
    SWITCH
  • Editora: Nintendo
  • Produtora: Game Freak
  • Género: RPG
  • Lançamento: 16 de Novembro, 2018
Nota
7
Bom

Vídeos

Artigos

imagem Elite Four regressam com um novo look

NOTÍCIA


Elite Four regressam com um novo look


Exclusivo Nintendo Switch.

Por Nuno Nêveda a 7 de Novembro, 2018, 16:08

SWITCH
0
imagem Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee! ganham novo vídeo promocional

NOTÍCIA


Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee! ganham novo vídeo promocional


A 16 de Novembro na Nintendo Switch.

Por Nuno Nêveda a 31 de Outubro, 2018, 11:01

SWITCH
3
imagem Melmetal é a evolução de Meltan em Pokémon GO

NOTÍCIA


Melmetal é a evolução de Meltan em Pokémon GO


Primeiro Pokémon Mítico capaz de evoluir.

Por Nuno Nêveda a 24 de Outubro, 2018, 15:22

SWITCH
MOBILE
0
imagem Será possível desafiar

NOTÍCIA


Será possível desafiar "Treinadores Master" em Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee!


Um desafio extra para os mais corajosos.

Por Nuno Nêveda a 18 de Outubro, 2018, 15:05

SWITCH
0
imagem Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee! em novo trailer

NOTÍCIA


Pokémon: Let's Go, Pikachu! e Let's Go, Eevee! em novo trailer


A pouco mais de um mês do lançamento.

Por Sérgio Mota a 15 de Outubro, 2018, 10:42

SWITCH
0

Comentarios

5 Comentários...

#1 Nosferato

18 de Novembro, 2018, 14:49

Ontem só espetei duas horas de jogo pois o Diablo não tem dado tréguas para outros jogos na consola.
Tenho jogado com a pokébola e até agora a experiência tem sido muito boa, contudo para sair do jogo ou para aceder a outras opções, por vezes torna-se muito frustrante. Jogar com uma mão é óptimo, e isso já deveria estar presente há imenso tempo na série, embora seja compreensível pois as limitações das portáteis eram evidentes.
Quanto ao jogo, até agora a experiência tem sido ok. O início é claramente facílimo, fiz o primeiro ginásio como se nada fosse mas estou gostar da forma rápida que tido é feito. Já não havia pachorra para as explicações mais do que óbvias para quem acompanha a série desde o seu início. E mesmo para quem está agora a entrar, julgo que é facilmente perceptível.
Das mudanças só tenho a dizer bem. Os encontros com os pokémons selvagens estão apetecíveis e a visualização dos monstrinhos também é simpática. As com os treinadores também estão muitos fixes. Visualmente parece meio genérico mas não é bem assim. Tudo depende do sítio.
Para finalizar, a banda sonora está impecável. Tanto as melodias das cidades como as das áreas de exploração receberam excelentes alterações. Mas o que mais me surpreendeu foram as mudanças nas músicas dos combates, pois estão mais agitadas e o ambiente ganhou outra energia.
Resumindo, as mudanças foram bem-vindas e provavelmente estão a servir de tubo de ensaio para o que será a próxima jornada hardcore da série.
Só tenho pena de estar agarrado como um louco ao Diabo III, porque se estivesse livre como um pássaro estaria colado neste.
#2 Spirit

18 de Novembro, 2018, 15:12

Eu gostei bastante de agora podermos ver os pokémons selvagens que estão nas ervas e principalmente nas grutas. Antigamente era muito frustrante quando eu queria prosseguir o meu caminho numa caverna, mas agora posso escolher se quero evitá-los ou se quero combatê-los, poupando tempo. Espero que continuem método daqui em diante.
#3 Sérgio Mota

18 de Novembro, 2018, 18:27

Encontrar um Onix ou um Gyarados pela primeira vez é totalmente avassalador. Foi uma mudança que gostei bastante.

A dificuldade apesar de aumentar com o tempo nunca chega a ser desafiante. E a partilha de experiência constante garante que temos sempre uma Team bastante forte .
#4 Zetsu

18 de Novembro, 2018, 19:07

Spirit
Eu gostei bastante de agora podermos ver os pokémons selvagens que estão nas ervas e principalmente nas grutas. Antigamente era muito frustrante quando eu queria prosseguir o meu caminho numa caverna, mas agora posso escolher se quero evitá-los ou se quero combatê-los, poupando tempo. Espero que continuem método daqui em diante.
Same. Prefiro que continuem com este método, mesmo nas aventuras principais. Ter de usar Repels é chato :P

Não joguei. Mas do que vi, acho que perderam a oportunidade de tornar as lutas mais dinâmicas.
Pokémonos em 3D não é propriamente novidade, por isso as batalhas continuarem com a dinâmica do Pokémon Stadium é aborrecido. Podia existir movimentação no campo de batalha e até sons de reacção quando atacam e sofrem dano.
Vi uma luta em que o Marowak usa o Bonemerang, e ao invés da animação ter o efeito boomerang, acertar quando vai e quando vem, simplesmente repetem a animação duas vezes lol é mesmo a pedir para desligar as animações para despachar os combates.
Achei também que perderam a oportunidade de meter voz nos personagens principais (lideres de ginásio e afins).

Claro que ia dar mais trabalho, como está é mais rápido e está fofo que baste para ser consumido.
#5 Cms

21 de Novembro, 2018, 19:58

Daquilo que joguei até agora é um jogo bom quase mediano. As novas mecânicas de se verem o Pokémon e de ter um atras está bem conseguida e dá vida ao mundo. A música está muito boa. Mas a nível de Gameplay está aborrecido. No início é fixe mandar umas pokébolas mas o sistema torna se muito repetitivo com muita pouca profundidade, nao ajuda ser demasiado aleatório o sucesso. Não existe grande ligação com o pokemon porque te incentivam a apanhar vezes sem conta o mesmo Pokémon, não es um pokemon trainer mas um pokemon harvester. a nível das batalhas o mesmo acontece, não ha dinamismo, basta ter dois ataques, um principal e o outro de type coverage e spammar de batalhas em batalhas. Se já antes o problema existia, com a simplificação em demasia e com a facilidade extrema ( super Starter e sistema de Candy OP). Adiciona se a isso um post game seco e o corte de muitas evoluções. Para quando SIDE Quests, combates dinâmicos não só em animação como em Gameplay. Mundo vivo e nao cidades com duas a tres casas, coisas de um RPG normal. Nao falo de um mega Open World, mas esta série tem tanto por onde se pegar mas com um tempo de produção tao curto não ha milagres.
Resta a este Pokémon que para quem nunca pegou num pode ser um bom ponto de entrada mas arrisca se demasiado a ser demasiado repetitivo.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.

Imagens