Tales of Vesperia: Definitive Edition

caixa de Tales of Vesperia: Definitive Edition
  • Plataforma:
    SWITCH
  • Editora: Bandai Namco
  • Produtora: Bandai Namco
  • Género: RPG, Aventura
  • Lançamento: 11 de Janeiro, 2019
Nota

Vídeos

Artigos

imagem Tales of Vesperia: Definitive Edition mostra-se em novo trailer

NOTÍCIA


Tales of Vesperia: Definitive Edition mostra-se em novo trailer


Bandai Namco promoveu o jogo na Anime Expo.

Por Nuno Nêveda a 11 de Julho, 2018, 15:32

SWITCH
6
imagem [E3 2018] Tales of Vesperia: Definitive Edition chegará à Nintendo Switch

NOTÍCIA


[E3 2018] Tales of Vesperia: Definitive Edition chegará à Nintendo Switch


Será lançado no Inverno.

Por Nuno Nêveda a 11 de Junho, 2018, 10:14

SWITCH
13

Comentarios

9 Comentários...

#1 neveda

11 de Janeiro, 2019, 13:21

Então quem anda a comprar isto?
#2 NMGomes

11 de Janeiro, 2019, 19:24

Nível 11 e a caminho das ruínas Shaikos :hero:
#3 Brave Ike

18 de Janeiro, 2019, 14:29

neveda
Então quem anda a comprar isto?
Eu mas jogar é que tá difícil. Jogos switch novos todas as semanas :(
#4 Nosferato

28 de Janeiro, 2019, 07:11

Cheguei às doze horas de jogo e já posso adiantar qualquer coisa aqui no tópico.
Até ao momento está a ser excelente. Não tem nada de errado, tudo funciona muito bem. A jogabilidade é fluida, a história está a ser interessante, o enredo de personagens também está bastante sólido. Visualmente continua muito fresco. A arte do jogo é sensacional, e mesmo já tendo alguns anos, continua muito vivo. As cutscenes mesmo sabendo que já têm uns anos em cima continuam excelentes.
A sensação que dá é que tê-lo jogado na altura do seu primeiro lançamento deve de ter sido uma experiência incrível e que ainda hoje se nota e vários aspectos que estava muito à frente do que tinha saído naquele período.
Como aspecto negativo, tive dois bloqueios com direito a aplicação encerrada. Espero que lancem uma actualização entretanto porque este tipo de coisas são óbviamente frustrantes. Numa das vezes perdi 30 minutos de jogo.
De resto, excelente. Altamente recomendado.
#5 BraveBold

28 de Janeiro, 2019, 09:40

Nice
É um dos possíveis candidatos a "próximo jogo que vou comprar e jogar na Switch"
#6 G.E.R.M.A.N.

28 de Janeiro, 2019, 10:59

A mim é um bom candidato para “próximo jogo que vou comprar e vai para a prateleira”, ainda muita coisa em espera, mas tenho interesse nisto.
#7 Brave Ike

28 de Janeiro, 2019, 14:40

Nosferato
Cheguei às doze horas de jogo e já posso adiantar qualquer coisa aqui no tópico.
Até ao momento está a ser excelente. Não tem nada de errado, tudo funciona muito bem. A jogabilidade é fluida, a história está a ser interessante, o enredo de personagens também está bastante sólido. Visualmente continua muito fresco. A arte do jogo é sensacional, e mesmo já tendo alguns anos, continua muito vivo. As cutscenes mesmo sabendo que já têm uns anos em cima continuam excelentes.
A sensação que dá é que tê-lo jogado na altura do seu primeiro lançamento deve de ter sido uma experiência incrível e que ainda hoje se nota e vários aspectos que estava muito à frente do que tinha saído naquele período.
Como aspecto negativo, tive dois bloqueios com direito a aplicação encerrada. Espero que lancem uma actualização entretanto porque este tipo de coisas são óbviamente frustrantes. Numa das vezes perdi 30 minutos de jogo.
De resto, excelente. Altamente recomendado.

Confirmo tudo. Vou com 13h na torre, mas a mim a história ainda não me está a agarrar assim muito, espero que melhore.

Quanto aos bloqueios aconteceu-me apenas um, já não tinha um mini ataque cardíaco destes á muito tempo.
#8 Celebi

28 de Janeiro, 2019, 15:19

Também ando a jogar, tenho 10 h e estou em Dahngrest.

Estou a gostar, a história não é nada por aí além tal como os outros Tales mas está agradável qb, a jogabilidade também já mostra a idade comparativamente aos Tales mais recentes mas não me posso exactamente queixar.

As skits são muito boas, gosto bastante do elenco de personagens no geral e as vozes em inglês estão bastante boas. Graficamente está muito bom também para um jogo com 11 anos, quer na dock quer em modo portátil.
#9 Nosferato

17 de Fevereiro, 2019, 22:56

[​IMG]

Terminei o jogo com 50 horas e estou muito satisfeito com a oportunidade que lhe dei.

Gostei muito da história. Há obviamente pontos fortes e pontos fracos, mas diria que no global foi bastante equilibrada, e com algumas revelações importantes mais para o fim da jornada. Ainda assim, vale a penar reforçar que o início é um pouco lento, sobretudo no desenvolvimento das personagens.

Gostei muito do Yuri, Karol, Patty, Rave, e também da Rita. A Rita, curiosamente passou de uma das personagens que menos estava a gostar, a ficar praticamente lado a lado com a Patty em termos de personagens mais carismáticas do jogo.

O sistema de combate é muito simples, mas bastante competente. Há muito por onde pegar em termos de estratégia, especialmente se o objectivo for elevar dificuldade ao máximo. Joguei-o em normal do princípio ao fim, e estive sempre bem em sentir o desafio. Ainda assim, houve alguns momentos em que a dificuldade estava claramente desajustada, num mini boss dentro das primeiras cinco horas, e mais uma ou outra situação mais para o meio do jogo. Não foram situações difíceis, apenas se notou imenso que a dificuldade do nada ficou claramente diferente.

Graficamente continua muito bom. As animações estão magnificas e pensado que se trata de um jogo de 2008 ainda me deixa mais surpreendido com esta obra. Ainda bem que pegaram neste jogo e trouxeram-no novamente para as consolas actuais. Já a banda sonora desiludiu-me um pouco. Não gostei da maioria das músicas, e só começaram a surgir algumas melodias mais interessantes praticamente no fim. Há aqui músicas que não tem ponta por onde se lhe pegue, faltando-lhes alma, energia, um enquadramento correcto com os cenários, etc.

A longevidade é bastante aceitável. É um jogo à antiga. Terminei com 50, mas tenho a certeza que para o terminar a 100% será necessário praticamente o dobro.

Sobre a versão especifica da Switch, apesar de estar aqui um trabalho bastante solido, encontrei algumas quebras de fluidez durante alguns cenários mais preenchidos, mas nada de verdadeiramente grave. Durante as batalhas o jogo sempre correu muito bem. Coincidência com o jogo ou não, tive alguns erros de aplicação que levaram à suspensão do jogo por pelo menos quatro vezes. Tenho o hábito de deixar a consola em modo de descanso, e nem sempre gravei o jogo, o que por vezes me levou à perda de meia-hora de jogo. De resto, acho que será escusado dizer que é altamente recomendado.

Queres comentar? Faz o teu registo aqui.