1. Juntem-se ao servidor de Discord do FNintendo. Juntem-se aqui.

Playstation 2 Odin Sphere

Discussão em 'Outras plataformas' iniciada por Bernkastel, 7 de Setembro de 2009.

?

Personagem mais rulona?

  1. Gwendolyn

    3 vote(s)
    37,5%
  2. Cornelius

    0 vote(s)
    0,0%
  3. Mercedes

    1 vote(s)
    12,5%
  4. Oswald

    2 vote(s)
    25,0%
  5. Velvet

    2 vote(s)
    25,0%
  1. Bernkastel Golden Mushroom
    aa

    Bernkastel
    Mensagens:
    21.343
    [​IMG]

    Tópico feito a pedido do saicu, e eu não lhe consigo negar nada quando ele se encontra a jogar PS2 (fenómeno raro).

    Odin Sphere é um jogo de 2007 da Vanillaware, software house japonesa que a maior parte dos habitantes deste fórum de nintendos conhecerão por ter desenvolvido Muramasa: The Demon Blade, o primeiro jogo deles para uma consola Nintendo. Chegou à Europa cerca de um ano depois, sem extras mas com alguns melhoramentos a nível técnico que eliminaram o slowdown que se fazia sentir em certas alturas nas versões NTSC e que provavelmente causaram alguma mossa nas avaliações que teve.

    A história acontece durante uma guerra entre as nações de Ragnanival, liderada pelo Demon Lord Odin e Ringford, liderada pela Fairy Queen Elfaria, com o país neutro de Titania na expectativa. A invasão de Odin tem como objectivo a conquista do Crystalization Cauldron, um artefacto com a capacidade de criar cristais chamados Psyphers que podiam ser usados como armas poderosas.

    Em Odin Sphere observamos a guerra na pele de cinco personagens diferentes:

    - Gwendolyn, valquíria de Ragnanival e filha de Odin;
    - Cornelius, o príncipe de Titania, vítima de uma maldição que o transformou numa pequena criatura de nome Pooka;
    - Mercedes, filha de Elfaria e maria-rapaz em full-time;
    - Oswald, cavaleiro negro ao serviço de Ringford;
    - Velvet, a chamada "bruxa da floresta" que age misteriosamente durante a guerra.

    Estas histórias são apresentadas sob a forma de livros de contos de fadas lidos por uma rapariga chamada Alice. Ao acabar o livro de uma personagem, o da próxima é automaticamente desbloqueado e mostra diferentes pontos de vista e alturas da cronologia. Ao longo dos cinco livros, vamos aprendendo mais sobre a guerra e o que está por trás dela.

    Traduzindo isto em questões de jogabilidade, isto significa que depois de acabar o livro de Gwendolyn, os restantes quatro são compostos na sua maior parte por áreas que visitámos como Gwendolyn, com algumas ligeiras alterações como dificuldade diferente e novos items que são desbloqueados ao longo dos cinco. O jogo recicla muito conteúdo ao longo dos cinco livros, mas graças à jogabilidade diferente das cinco personagens disponíveis, nunca se torna tão repetitivo como soa.

    Jogabilidade. Em cada livro temos uma série de capítulos, onde viajamos para diferentes partes do mundo escolhendo-as no World Map. Aqui a coisa torna-se original. Cada área é composta por várias mini-zonas onde o nosso objectivo é derrotar todos os inimigos presentes nas mesmas, e quando completamos a tarefa, podemos saltar para a próxima (ou voltar a uma anterior, se assim o desejarmos) e por aí em diante até chegar ao boss da área, terminando o capítulo. Cada uma destas mini-zonas é representada por uma esfera que podemos percorrer de uma ponta à outra, perseguindo ou fugindo dos inimigos. Trocando por miúdos, trata-se de um sidescroller onde as áreas fazem loop (se corrermos apenas numa direcção, acabamos por voltar ao ponto inicial). Cada uma destas stages têm um nível de dificuldade avaliado de uma a cinco estrelas consoante o número e dificuldade dos inimigos, e ao terminá-la somos avaliados pelo nosso desempenho e premiados com vários items dependendo do ranking que conseguimos.

    Ao fim de algum tempo e devido a uma falta de variedade nos combos, o combate torna-se repetitivo, mas felizmente as cinco personagens e as suas diferentes armas e habilidades atenuam esse factor. Como valquíria, Gwendolyn tem a habilidade de planar, Cornelius é o mais ágil devido à sua estatura reduzida, Mercedes é a mais frágil mas pode voar sem limitações pelos stages e usa uma besta para atacar à distância, Oswald pode usar a espada Belderiver para se transformar no "Shadow Knight" e Velvet pode usar a sua arma com correntes como "grappling hook", sendo a mais versátil no que toca a movimentos.

    Para além do combate, há os inevitáveis elementos de RPG que fazem muita gente parva chamar o jogo de RPG (olá IGN!). Todos os personagens têm um inventário onde podem guardar items de cura, de ataque, buffs que podem ser misturados através de um sistema de alquimia para criar novos items mais poderosos. Para além disso, todos têm um slot para acessórios e os seus hit points e armas (Psyphers) têm vários níveis, que evoluem à medida que os usamos. O HP é aumentado através do consumo de alimentos como fruta que podemos plantar nós mesmos, enquanto a Psypher sobe de nível através da absorção de photons libertados pelos inimigos derrotados, desbloqueando novas habilidades e magias pelo caminho.

    Como é que passei este tempo todo sem falar do artwork? É um jogo da Vanillaware, deviam ter reparado sozinhos. Como todos os jogos da companhia nipónica liderada pelo director artístico George Kamitani, todo o jogo é no melhor 2D que a consola que o recebe pode conceber. Em contraste com o aspecto mais oriental de Muramasa, Odin Sphere tem um ambiente de conto de fadas que o torna inesquecível. A banda sonora, apesar de não ser nenhum portento, acompanha na perfeição o ambiente e nunca parece fora do lugar.

    Mas o ponto forte de Odin Sphere é definitivamente a história e a forma como é contada. Com a dub japonesa disponível e abrilhantada pela presença do talento de vozes bem familiares dos fãs de anime como Ayako Kawasumi, Norio Wakamoto e Mamiko Noto, melhor ainda fica. Sem querer spoilar, achei o capítulo final e a conclusão do jogo do melhor que já vi em qualquer consola. Sem dúvida uma história bem contada.

    E agora que dei por mim já falei tanto do raio do jogo que isto podia ser uma review. (´_>`)

    Discuss.

    [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=zaOwyYZe7w8[/youtube]​
     
    Última edição pelo moderador: 11 de Janeiro de 2015
  2. Syaoran Bee Mushroom
    aa

    Syaoran
    Mensagens:
    3.149
    NN ID:
    SyaoPT
    Switch FC:
    7483-3616-3409
    Ainda não joguei, mas o Oswald é podre de bom.
     
  3. chrono_kazumi Redactor
    aa

    chrono_kazumi
    Mensagens:
    2.719
    Agora que vejo, ainda estou a jogar com a Gwendolyn e já tenho umas 20 horas de jogo.
    Isto vai para quantas horas no total? :0

    E já fazia falta um tópico para Odin Sphere.

    Aproveito para deixar a opening, que está bem fofa. :3

    [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Zk4JSTTtAt4[/youtube]

    regards,
    kazumi
     
  4. Bernkastel Golden Mushroom
    aa

    Bernkastel
    Mensagens:
    21.343
    20 horas na Gwendolyn? As histórias individuais não são assim tão grandes. Tudo junto devo ter gasto para aí... 50-60? Não é muito longo nem muito curto, longevidade bem adequada para não se tornar demasiado repetitivo imo.
     
  5. RedNimik Life Mushroom
    aa

    RedNimik
    Mensagens:
    15.877
    Gwendolyn e Velvet, eu ia lá!

    E o jogo parece fantástico, adorava experimentar isto.
     
  6. chrono_kazumi Redactor
    aa

    chrono_kazumi
    Mensagens:
    2.719
    Oh well, é verdade que ando a fazer grind infinitamente. Do género, repetir cada área três ou quatro vezes. :x

    Lembro-me que concluí a área Volkenon Lava Pit, dunno se ainda falta muito para terminar a história da Gwendolyn. É bom que sim, agora fiquei com curiosidade de experimentar as outras personagens.

    Mas o jogo é viciante, muito por causa das receitas para o café e restaurante, as misturas alquímicas, o sistema de level up, and so on. 'Manobras de diversão' não lhe faltam, e isso dá jeito para nos irmos abstraindo da história toda oh so epic.

    regards,
    kazumi
     
  7. Bernkastel Golden Mushroom
    aa

    Bernkastel
    Mensagens:
    21.343
    Sim, Lava Pit já é quase no fim do livro da Gwendolyn. Os outros são mais ou menos do mesmo tamanho.

    Não eras tu que eras fanboi da Saber do Fate? Ayako Kawasumi faz a voz dela e da Gwendolyn, lol.
     
  8. Saikyou Mega Mushroom
    aa

    Saikyou
    Mensagens:
    14.258
    NN ID:
    Saikyou
    Estou farto de morrer. :|

    Será porque estou a ser n00b? Será porque é normal morrer muitas vezes? Ou será que tenho de ser mais paciente nas lutas e esperar pelos momentos certos para atacar?
    Tenho que começar a utilizar mais as sementes. :|
     
  9. Bernkastel Golden Mushroom
    aa

    Bernkastel
    Mensagens:
    21.343
    Sim, és nub. Morrer montes de vezes quando ainda só chegaste ao chapter 3 do livro da Gwendolyn. (´_>`)

    Usa o gliding attack da Gwendolyn (ataque enquanto se plana), é bom para crowd control. Não gastes o power todo senão a gaja fica cansada e levas tareia enquanto recupera. Planta e come fruta para aumentar o HP se não o andas a fazer. Absorve os photons dos inimigos mortos se não o andas a fazer. O crouching attack da Gwendolyn derruba os inimigos, usa-o.

    De resto... usa guard e não ataques à maluca. E quando são muitos, glide away para respirar. Ela tem isso para alguma coisa.

    Treilazito no primeiro post, que não tinha metido nenhum. (´_>`)
     
  10. RedNimik Life Mushroom
    aa

    RedNimik
    Mensagens:
    15.877
    Errrrr...não. Mas a personagem é porreira :<
    E assis de repente parece-me que a voz dela até encaixa bem naquelas duas.
     
  11. G.E.R.M.A.N. Mega Mushroom
    aa

    G.E.R.M.A.N.
    Mensagens:
    11.073
    Switch FC:
    3057-7639-9495
    Porreiro, ainda não comprei o jogo -_-
     
  12. Bernkastel Golden Mushroom
    aa

    Bernkastel
    Mensagens:
    21.343
    Ur all fagets.
     
  13. Ridley 1-Up Mushroom
    aa

    Ridley
    Mensagens:
    1.243
    [quote author=chrono_kazumi link=topic=8121.msg236542#msg236542 date=1252280525]
    Oh well, é verdade que ando a fazer grind infinitamente. Do género, repetir cada área três ou quatro vezes. :x

    Lembro-me que concluí a área Volkenon Lava Pit, dunno se ainda falta muito para terminar a história da Gwendolyn. É bom que sim, agora fiquei com curiosidade de experimentar as outras personagens.

    Mas o jogo é viciante, muito por causa das receitas para o café e restaurante, as misturas alquímicas, o sistema de level up, and so on. 'Manobras de diversão' não lhe faltam, e isso dá jeito para nos irmos abstraindo da história toda oh so epic.

    regards,
    kazumi
    [/quote]

    Kazumi, não te aconselho a dedicares-te assim tanto ao teu primeiro chapter, porque o que tu estás a fazer... vais voltar a fazer mais quatro vezes. lol Mas pronto, tu é que sabes. >:

    E sim, penso que estejas a acabar a história da Gwendolyn (que rula como tudo btw)
     
  14. kaishonachi 1-Up Mushroom
    aa

    kaishonachi
    Mensagens:
    1.681
    NN ID:
    Coloredbeard
    Switch FC:
    6142-3481-1054
    Já passei os capítulos todos, falta somente os bosses finais (e um deles também já foi). O jogo é muito bom, apesar da natureza repetitiva não cansa como muitos, e a nível gráfico está excelente.
     
  15. tino14 Normal Mushroom
    aa

    tino14
    Mensagens:
    609
    Painkiller, o passe mágico para passar o jogo, se muitos problemas.

    E eu deixei isto a dois mundos de acabar com a Velvet, tenho de pegar nisto outra vez.
     
  16. Bernkastel Golden Mushroom
    aa

    Bernkastel
    Mensagens:
    21.343
    Infelizmente em Heroic não vai ser grande ajuda.
     
  17. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.671
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Comprei-o há pouco tempo, mas ainda não tive oportunidade de pegar nele. Ver se nas próximas semanas trato disso

    Mas o artwork e direção artística é simplesmente deliciosa :please:
     
  18. kaishonachi 1-Up Mushroom
    aa

    kaishonachi
    Mensagens:
    1.681
    NN ID:
    Coloredbeard
    Switch FC:
    6142-3481-1054
    Tens mesmo que tratar disso, jabun!

    O jogo é um mimo em todos os aspectos! Pode-se tornar um bocado repetitivo, sim, mas a arte e banda sonora estão fantásticas e a história muito bem construída, tem momentos mesmo épicos. Para mim, dos melhores jogos da PS2 e um dos meus favoritos de todas as plataformas! :P
     
  19. Saikyou Mega Mushroom
    aa

    Saikyou
    Mensagens:
    14.258
    NN ID:
    Saikyou
    Eu tenho o jogo, até foi bem barato na altura, mas depois de o jogar não me convenceu o seu estilo de jogo. Isso sim, artisticamente é um regalo para os olhos.
     
  20. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.671
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413

    CGRundertow Review

     
    kaishonachi likes this.

Partilhar esta Página

  1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies.
    Remover anúncio