1. Juntem-se ao servidor de Discord do FNintendo. Juntem-se aqui.

Playstation Spyro The Dragon (Série)

Discussão em 'Outras plataformas' iniciada por David5988, 3 de Outubro de 2011.

?

Qual é o teu jogo de Spyro preferido?

  1. Spyro The Dragon

    6 vote(s)
    46,2%
  2. Spyro: Gateway to Glimmer

    4 vote(s)
    30,8%
  3. Spyro: Year of the Dragon

    2 vote(s)
    15,4%
  4. Spyro: Enter the Dragonfly

    0 vote(s)
    0,0%
  5. Spyro: A Hero's Tail

    1 vote(s)
    7,7%
  6. The Legend of Spyro: A New Beginning

    0 vote(s)
    0,0%
  7. The Legend of Spyro: The Eternal Night

    0 vote(s)
    0,0%
  8. The Legend of Spyro: Dawn of the Dragon

    0 vote(s)
    0,0%
  1. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    [​IMG]

    Spyro The Dragon é um jogo de plataformas produzido pela Insomniac Games exclusivamente para a Playstation. A Insomniac Games criou um motor de jogo capaz de criar mundos totalmente em 3D com certos detalhes nunca visto em jogos na altura, tais como os cenários de fundo. O jogo saiu em 1998 e foi um êxito instantâneo (especialmente na europa) e recebeu boas críticas, no entanto a imprensa notou que o jogo era demasiado fácil.

    A produtora absorveu as críticas recebidas, e no ano seguinte lançou Spyro 2: Gateway to glimmer. Tal como o primeiro, voou das prateleiras e ultrapassou o primeiro, seja em vendas ou em críticas positivas. Tal como o costume em séries de sucesso (especialmente na era 32 bits), no ano seguinte foi lançado o Spyro 3: Year of the Dragon que deu novos mini-jogos e novas personagens para controlar.


    Mas tudo o que é bom acaba-se depressa...
    A Insomniac Games abandona a série Spyro, argumentando que já não podiam melhorar mais a série de modo a satisfazer os fãs, e que a personagem era de certa forma "limitada" por ser quadrúpede e não ter mãos. Insomniac Games criou o Rachet e Clank para a PS2.

    A Universal Studios (editora da série Spyro) encomendou a tarefa de continuar a série a dois estúdios - Equinoxe Digital Entertainment e Check Six Studios. Nessa parceria originou o jogo Spyro: Enter the Dragonfly - o primeiro jogo de Spyro para a Playstation 2.
    O jogo era para ser originalmente sobre Gnasty Gnorc voltando e a fazer parceria com Ripto para que os dois pudessem obter todas as libélulas para eles. O jogo era para ter cerca de 120 libélulas para coleccionar, mais de 25 níveis, um framerate de 60 frames por segundo e os tempos de carregamento rápido. No entanto, a Universal Interactive Studios forçou os estúdios para se apressarem no desenvolvimento do jogo, a fim de estar disponível no natal de 2002 (sendo este o único título de ambos os estúdios), e, portanto, sofre de uma framerate inconsistente, longos tempos de carregamento, gliches, problemas de som e menos níveis e plot-holes.
    O jogo foi crucificado pela imprensa e pelos fãs.

    Em 2004, foi desenvolvido Spyro: A Hero's Tail, produzido pela Eurocom. Teve uma boa recepção comparando com o desastre anterior, possuindo uma jogabilidade sólida e fluidos, com um bom level design e bons gráficos. No entanto comparando com os originais da PS1 era inferior.

    Pouco depois a Sierra comprou os direitos da série Spyro e encomendou à Krome Studios para fazer um reboot à série, dizendo que era necessário para agradar aos fãs da série e conquistar um novo publico. E assim originou-se The Legend of Spyro: A New Beginning.

    Neste jogo, a jogabilidade é totalmente diferente, focando no combate e puzzles, ao invés de plataformas e coleccionar diamantes como os clássicos. Os fãs do clássico tiveram uma reacção algo morna, porque não tinha nada a ver com os originais, no entanto The Legend of Spyro: A New Beginning é um bom jogo.
    No ano seguinte seguiram-se o The Legend of Spyro: The Eternal Night e em 2008 foi lançado o The Legend of Spyro: Dawn of the Dragon. Apesar de The Legend of Spyro: The Eternal Night também ter sido desenvolvido pela Krome Studios, o The Legend of Spyro: Dawn of the Dragon foi desenvolvido pela Étranges Libellules. A jogabilidade do último era semelhante, mas os controlos eram diferentes e spyro tinha a capacidade de voar sem restrições (aparentes).

    Ao mesmo tempo estava a ser criado um filme de animação 3D de Spyro, mas foi cancelado pela Activision quando esta comprou os direitos de Spyro, dizendo que "tinha planos diferentes para a série".

    Unidades vendidas:
    Spyro the Dragon - 5 milhões
    Spyro 2: Gateway to Glimmer - 3.52 milhões
    Spyro: Year of the Dragon - 3.71 milhões
    Spyro: Enter the Dragonfly - 2.68 milhões
    Spyro: A Hero's Tail - 1.07 milhões

    The Legend of Spyro: A New Beginning - 0.55 milhões
    The Legend of Spyro: The Eternal Night - 0.95 milhões
    The Legend of Spyro: Dawn of the Dragon - 1.92 milhões


    O que acham da série?
    O que acharam do reboot?

    Sendo um fã da série gostava de ouvir opiniões.
     
  2. woodstock Boo Mushroom
    aa

    woodstock
    Mensagens:
    6.097
    ---
     
    Última edição: 7 de Março de 2019
  3. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Tenho a trilogia da PS1 e são três jogos fantásticos. Especialmente o primeiro, que me foi oferecido no Natal do ano que saiu e foi dos jogos que mais tempo passei a jogar na primeira consola da Sony, a tentar salvar os dragões e encontrar as esmeraldas dos mundos todos... Lembro-me perfeitamente de estar a chover a potes e eu enrolado em mantas a explorar o mundo de Spyro, tinha uns 9/10 anos :please:

    A meu ver, são dos jogos que graficamente mais puxaram pela consola da Sony
    Depois do tempo da PS1 nunca mais joguei Spyro, mas a opinião geral é que a qualidade da serie decaiu muito, pelo que nunca tive curiosidade.
     
    Última edição: 1 de Outubro de 2015
  4. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    Bem, o jogos do reboot são bons, mas são totalmente diferente aos originais (assim como o Tomb Raider Legend comparando com os originais). Os Spyro originais são jogos de plataformas enquanto que o trilogia do reboot foca-se em combate e puzzles (tendo tb plataformas).
     
  5. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.449
    Assim que lançaram o primeiro deviam ter parado.
    É o único que se aproveita.
     
  6. manelis Webadmin
    aa

    manelis
    Mensagens:
    5.883
    NN ID:
    manelis
    Switch FC:
    2994-2768-8768
    O 2 e o 3 são muito bons também.

    Os recentes do que vejo... Prefiro nem experimentar.
     
  7. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    O primeiro foi inovador e foi, de certa forma, uma lufada de ar fresco nos jogos de plataformas (não nos podemos esquecer que foi dos primeiros jogos de plataformas verdadeiramente 3D que saiu no mercado).

    O 2 e o 3 inovaram muito pouco (trouxeram alguns personagens meio medíocres- Mr. Money Bags... :suado:), mas melhoraram a excelente fórmula. Diverti-me bastante a jogá-los.

    Gostei tanto do primeiro Spyro, que comprei o 2 mal saiu :yes:
     
  8. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    Saiu na semana passada o Skylanders... e aquela porcaria está a ter boas críticas! :???:
     
  9. manelis Webadmin
    aa

    manelis
    Mensagens:
    5.883
    NN ID:
    manelis
    Switch FC:
    2994-2768-8768
    Não leves como porcaria sem o ter jogado... Parece que fomos todos enganados pelas imagens.

    Seja como for aquilo não é um Spyro tradicional.
     
  10. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Análise a Spyro the Dragon, Revista Oficial PlayStation, nº39-40 Natal 1998

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Última edição: 1 de Outubro de 2015
  11. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    Obrigado Jabun pelo material! :yes:
     
  12. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Análise Revista Oficial PlayStation nº52, Dezembro 1999

    [​IMG]
     
    Última edição pelo moderador: 11 de Janeiro de 2015
  13. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    O que tenho andado a jogar

    [​IMG]

    Eu desde os tempos de PS1 que nunca mais tinha jogado um Spyro, até ver o Legend of Spyro: Dawn of the Dragon na Worten a 9.95€. Quando o comprei ia a matar saudades até que... não tinha nada a ver com os clássicos! E ainda mais... o que eu tinha comprado era o 3º capitulo de uma trilogia e ainda por cima era um reboot à série que tinham feito (chamado Legend of Spyro).

    Como podem ver joguei esta trilogia toda ao contrário, primeiro joguei o Dawn of the Dragon, que foi um pouco amargo... o espírito é diferente - mais épico, à lá Senhor dos Anéis (até têm o Elijah Wood a fazer de Spyro). E depois notei que a jogabilidade de toda a trilogia se foca em combate (ao contrário dos clássicos que são jogos de Pplataformas). Resumidamente é um jogo que se joga bem mas é diferente.

    Depois descobri que a minha irmã possuia o The Eternal Night (2º capitulo). Pedi-lhe emprestado para ver se era melhor... e é. Apesar de a trilogia ter um seguimento a nível de história, o design e o espírito do Eternal Night é mais suave e cartoon (semelhante aos clássicos). O sistema de combate é bastante melhor e já tem secções de plataformas (digamos que este jogo tem 70% combate e 30% de plataformas).
    Mas nem tudo é doce... o grande problema deste jogo é o grande nível de dificuldade, muitas vezes frustrante devido à má distribuição de inimigos.

    Agora adquiri o LoS: A New Beginning (1º capitulo) e pelo que pude ver é mais fácil que o The eternal night, os visuais são os mesmos... e agora vou jogar mais para depois vos contar mais coisinhas... XD
     
  14. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Infelizmente não sinto qualquer vontade em experimentar isso. Mais depressa voltava a jogar a trilogia da PS1
     
  15. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    A minha opinião, acho que se devia jogar primeiro os jogos e depois criticar, do que criticar sem ainda o ter jogado. Por vezes as aparências iludem!

    Epah... eu acho que vale a pena jogar. Mas sinceramente gostei mais do reboot do Crash (Crash of the Titans e Crash: Mind over Mutant) do que este.

    Edit: Quando a Radical Entertainment fez o reboot ao Crash, apesar novo sistema de combate, eles mantiveram várias referências dos clássicos: os jogos ainda têm uma boa dose de humor e plataformas, algo que a Krome Studios não fez com o reboot do Spyro.
     
  16. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Claro, concordo a 100%! Mas mesmo sem jogar um jogo, pelo que vês e lês consegues ter uma opinião pré-formada (que muitas vezes pode ser totalmente distinta da nossa opinião real, que temos após efectivamente jogar o jogo), e pelo que eu vi e li, estes novos jogos não tem nada a haver com o Spyro que eu gosto e a sua qualidade é mediana.

    Temos o exemplo de Resident Evil 4 como um jogo que tem pouco a haver com os jogos anteriores da série, mas que a sua excelente recepção por parte dos media fez com que os jogadores o tenham querido experimentar. Com estes Spyro isto não acontece. Se me oferecerem um dos jogos, logicamente que lhes dou uma oportunidade, porque de outra forma não me estou a ver a investir neles.
     
  17. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    Pois... mas por vezes a imprensa quando faz as análises foca-se em falhas que nós mal nos apercebemos (e algumas delas nem afecta a jogabilidade). Mas tens razão, os jogos Spyros são jogos medíocres, mas não são maus jogos!

    Mas se fores bem a ver, os reboot nunca são tão bem recebidos como foram os clássicos, e tens como exemplo o Resident Evil 4... Sim é um bom jogo, mas algumas características únicas dos clássicos desapareceram por completo.

    Tens outro caso que é o Tomb Raider Legend... a imprensa adorou o jogo, mas algumas características dos clássicos desapareceram e a maioria dos jogadores prefere os clássicos.
     
  18. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    Onde estão os fãs de Spyro? :cry:
     
  19. jabun Colaborador
    aa

    jabun
    Mensagens:
    6.611
    NN ID:
    jabun22
    Switch FC:
    4704-5392-9413
    Análise Revista Oficial PlayStation nº65, Dezembro 2000

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Última edição pelo moderador: 11 de Janeiro de 2015
  20. David5988 Golden Coin
    aa

    David5988
    Mensagens:
    55
    [​IMG]

    Hoje acabei o The Legend of Spyro: A new beginning.
    Como o nome indica, este é um novo começo para a série (reboot), mostrando as origens do pequeno dragao e um argumento mais maduro e épico.

    Bem, a níveis visuais a Krome Studios fez um optimo trabalho, assim como a jogabilidade - sendo agora focado mais para o acção.
    Agora Spyro tem um sistema de combate, mas é simples e acessivel. No entanto a Krome Studios parece que ficou sem ideias e fez o jogo todo (90%) baseado em combate. Bang! Bang! Bang! A personagem também tem um sistema de upgrade (à lá God of War) que melhora as habilidade de Spyro.

    Resumidamente é um jogo acessivel, no entanto é para ser jogado em pequenas doses. Gostei do conceito que a Krome quis inserir no seu reboot mas devia ter dado mais atenção à secção de plataformas, pois isso é a marca da série.

    ...

    Mas eu como joguei a trilogia ao contrário, lol, já sei que no segundo jogo a Krome aprendeu os erros e deu uma maior dose de plataformas e resolução de puzzles (cerca de 35%).

    Esta trilogia está muito barato na Amazon e companhias, eu acho que vale a pena dar uma espreitadela.

    Trailer:
     

Partilhar esta Página

  1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies.
    Remover anúncio