1. Juntem-se ao servidor de Discord do FNintendo. Juntem-se aqui.

FNintendo Ultra Backlog Challenge 2019: É agora ou nunca

Discussão em 'Mundo dos Jogos' iniciada por Celebi, 4 de Janeiro de 2019.

  1. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Terminei Nights into Dreams - Mixed feelings. Por um lado é um arcade game porreiro onde o que interessa é fazer a melhor pontuação possível dentro do tempo limite, por outro é um jogo que tem muita cobertura mas pouco conduto. Visualmente enche o olho, tem alguns bosses interessantes, o esquema é repetitivo mas como é um jogo curto disfarça. É difícil ter pontuação máxima, por isso deve agradar a quem gosta de bater recordes, mas não é difícil cumprir os requisitos para terminar o jogo. Os controlos são ok, mas não perfeitos. Embora tenha para a Saturn, joguei no PC por conveniência apenas. Talvez fique, talvez me desfaça mais tarde.
     
  2. Jonnybravo 1-Up Mushroom
    aa

    Jonnybravo
    Mensagens:
    2.264
    NN ID:
    Jonnybravo5
    Mais um terminado, Captain Toad: Treasure Tracker. Durou umas 12 horas e não é nada de especial. A mecânica da perspectiva esgota-se rápido e apesar de ter feito todas as gems, não fiz os objectivos secundários. Tem alguns níveis muito bons e outros que são um bocado mais do mesmo. A história é praticamente inexistente como é normal neste tipo de jogos.
     
  3. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Terminei Mystical Ninja: Goemon -- Um dos melhores da N64. Saiu antes do Zelda, mas tem muito elementos semelhantes. Quatro heróis que dá para trocar a qualquer momento cada um com movimentos diferentes. Um dragão logo nos primeiros momentos do jogo que dá para fazer teleporte e não ter de andar quilómetros de volta. Aventura straightforward com pouco backtracking e bem humorada. Infelizmente acho que o humor sofreu com a tradução, mas como não sei japonês... a intro cantada do robot e a musica dos vilões cantadas por membros da JAM Project, é raro ver temas cantados na N64. Jogo bem humorada, curto que baste, uns gatitos para coleccionar e super variado, ora estamos a lutar contra um robot kabuki e a seguir a saltar em pratos com soldados de sushi. Pena que o segundo jogo seja super caro, mas este é um dos meus top 5 N64.

    edit: E com isto já despachei 12 dos 24 do Backlogg 2019 :cheerleader:
     
  4. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Terminei Saint Seiya Sanctuary Battle - Repetitivo e simples. É a narrativa do Santuário novamente com os cavaleiros do costume. O Story Mode não é muito grande. Apenas completei a história e fiz algumas missões extra, mas por agora chega. Mais tarde volto para fazer platina, porque não parece complicado. Não é um jogo incrível, mas a oferta de jogos dos Cavaleiros do Zodíaco também não é muito grande.

    O próximo deverá ser um RPG não quero deixar acumular para o fim.
     
  5. Shiny Redactor
    aa

    Shiny
    Mensagens:
    1.090
    NN ID:
    OPAHgaming
    Switch FC:
    2511-1795-1323
    Esqueci-me de vir cá dizer que já tirei o Sekiro do meu backlog :P
     
  6. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Terminei Baten Kaitos - Gostei do sistema de combate, bastante único e permite "brincar" imenso com as diversas combinações. Além disso facilita a troca de personagens, não é preciso estar sempre com as mesmas, excepto nas lutas em que obrigam a que o protagonista fique na equipa o que é irritante para quem não o quer lá e depois vai mal preparado para as lutas fixas. Felizmente não são muitas. O jogo demora a arrancar para que o sistema de combate se torne interessante no inicio é limitado. A arte dos personagens é fantastico, a dos monstros é horrivel, não sei se é o mesmo artista, mas monstros não sabe desenhar. Os cenários são giros e a musica é muito boa mesmo, das melhores OST de RPG que ouvi.
    O enredo é mediano, mas o pior são os personagens que estão mal escritos, parece que foram pensados para servir plotwists criados antes sequer da história estar escrita, não há 1 personagem que se aproveite, conseguiram estragar todos lol Ou são básicos, ou simplesmente maus. Sinceramente levei o jogo até ao fim porque o sistema de combate e level up é divertido, as sidequests estão bem integradas e o alguns locais estão muito originais como o labirinto de espelhos. Não voltarei a jogar, para mim não passa de um 6, podia ser bem melhor, mas também não sinto que tenha sido um desperdício de tempo (até porque senão tinha feito DROP lol)
     
  7. BAlvez 1-Up Mushroom
    aa

    BAlvez
    Mensagens:
    1.328
    Fazendo um rescaldo dos primeiros 4 meses, esta Backlog Challenge está a correr melhor que aquilo que eu estava à espera.

    O ano começou bem ao terminar o Red Dead Redemption 2, que foi um jogo onde eu perdi tempo a mais pois andava desde Novembro à volta dele. Ainda neste mês de Janeiro terminei o Celeste e o Hellblade, dois jogos que me ofereceram no Natal passado e que sempre tive muita curiosidade, e ainda deu para arrumar de vez com o Silent Hil 2 ao terminar o "Born from a Wish" e repetir o Kingdom Hearts 0.2 (e também ver o filme Backcover novamente) em preparação para o Kingdom Hearts III.

    No início do mês de Fevereiro foi logo a terminar o Kingdom Hearts III, que não faz parte do Backlog que determinei arrumar este ano mas terminei-o numa questão de dias. Depois disso, andei a tentar despachar o God of War Ascension pois não foi um jogo que eu gostei (e aquela cena final no elevador fez-me reaprender a jogar isto), mas gostaria de terminar todos os God of War antes de me aventurar pelo "Dad of War". Pelo meio, terminei a DLC Patient Zero do Hitman de 2016 e ainda joguei com um amigo o "A Way Out" que se revelou numa experiência bem interessante.

    Logo a abrir o mês de Março, foi arrecadado o Fire Emblem: Echoes que foi um Fire Emblem que superou as minhas expectativas. Props para o full voice-acting, gostei bastante deste jogo. Também foi mês de terminar um dos indies que mais curiosidade tinha em jogar que foi o The Messenger, jogo que gostei bastante mas a meio revelou-se um pouco "turn-off" porque adoptou o estilo "Metroidvania", que particularmente eu não gosto muito, e demorei um bocado a voltar a engraçar com o jogo.
    Pelo caminho ainda repeti com um amigo o LEGO Harry Potter Years 1-4, isto para jogarmos os Years 5-7 em breve.

    Apesar de não gostar de "Metroidvanias", não me abstenho de os jogar e um jogo que terminei à poucos dias foi o Bloodstained: Curse of the Moon e até que gostei bastante dele, é uma experiência muito curta e talvez seja essa a razão de eu ter gostado disto.
    Também terminei o Zelda: Minish Cap neste mês de Abril. Curiosamente, foi um jogo que já tinha começado para aí em Dezembro do ano passado, mas eu também já o tentei jogar a sério umas duas vezes antes desta mas perdi sempre o interesse a meio do caminho. Agora percebo o porquê, tem demasiadas sidequests (raios partam as Kinstones) e na versão europeia é impossível ter os upgrades todos pois esta versão tem alguns bugs que impedem comprar o Bomb Bag na loja ou obter as Light Arrows. Não foi um Zelda que me deu gozo jogar, quer dizer, as dungeons são fixes mas o resto aborrece.

    Neste mês de Maio tenho ideias de terminar os jogos que tenho andado a jogar, um deles é o Freedom Planet que se tem revelado num clone de Sonic bem interessante mas com demasiada conversa e história entre níveis. Também tenho jogado com um amigo o Cuphead, devemos de estar mais ou menos a meio mas primeiro que se consiga progredir no jogo é um ano de juízo.
    Outro jogo que tenho andado a jogar, e já à uns meses, é o Persona 3: FES. Já lhe meti uma centena de horas, estou no mês de Dezembro no jogo (e perto do fim julgo eu) e apesar de ser um jogo com um pacing terrível de história e no início o jogo ser bem difícil, tem sido o Persona que mais me tem prendido com a história e com as personagens. Acho que nenhum dos outros Persona que eu joguei me fez ter tanta consideração pelas personagens como este tem feito. Quero ver onde isto me leva, e depois de terminar isto ainda tenho o "The Answer" pela frente.
     
    Celebi likes this.
  8. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Fiz pausa no Dragon Ball Origins 2. Está a ser giro, mas algo cansativo também. Fiquei após a derrota do Red Ribbon, faltam 2 capítulos da historia principal fiz cerca de 80% e depois falta os rank S. Para já é para manter. Gosto bem mais que o primeiro.

    Entretanto com a pausa avancei para o Sin and Punishment da Wii.
     
  9. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Terminei o Sin e Punishment Star Successor - Que desilusão. Sem contexto do primeiro, a narrativa é uma bodega, nos shmups nem é preciso grande coisa mas aqui nem isso conseguiram safar(atenção que ler o plot de ambos os jogos é bom, falo da forma como é contado), a jogabilidade podia ser interessante mas passei 90% do tempo a spammar o botão de dodge e o resto é deixar a pistola sempre a disparar. Tem pouca estratégia e por vezes é só confuso e parece que conta mais a sorte que a destreza. Os níveis estão bem feitos e originais, mas o resto não passa de mediano/fraco. Pena estava à espera de gostar disto...

    Enfim, de volta ao DBO2.
     
    Última edição: 15 de Maio de 2019 às 10:25
  10. Zetsu Spring Mushroom
    aa

    Zetsu
    Mensagens:
    9.329
    Terminei Far Cry Blood Dragon - Jogo ok, arranjei nas promos porque tinha 4€ de sobra, nem estava nos planos, mas fiquei curioso. É curto e tem objectivos claros. O ambiente sci-fi e as musicas estilo cinema anos 80 são porreiras. De resto é um FPS comum sem grande surpresas, o final foi meio seco, mas para um jogo que dura no máximo duas ou três tardes, dá para o gasto. O humor tem os seus momentos. Não me vejo a rejogar.
     

Partilhar esta Página

  1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies.
    Remover anúncio